Maciej Winiayczyk esperava apenas filmar as nuvens noctilucentes, e acabou filmando uma aurora boreal

BBC

Um astrônomo amador captou dois fenômenos raros no céu da Escócia.

Maciej Winiayczyk esperava apenas filmar as nuvens noctilucentes , que são formadas por minúsculos cristais de gelo e só podem ser vistas nas noites de verão, em locais próximos aos polos.

Essas nuvens brilham quando iluminadas pelo Sol, que já está abaixo do horizonte.

Veja também:
Fotos revelam brilho de misteriosas nuvens noturnas
Nuvens brilhantes revelam ligação entre polo norte e polo sul
Cientistas avaliam consequências das tempestades solares

Para a surpresa do Winiayczyk, no meio da filmagem a aurora boreal se uniu às nuvens noctilucentes, formando um espetáculo de luz.

A aurora boreal ocorre devido ao contato dos ventos solares com o campo magnético do planeta.

O astrônomo amador espera que sua filmagem seja ser útil para campos da pesquisa científica que estudam como esses dois fenômenos podem interagir.

Ele conta que gravou as imagens das 22h às 3h e só parou quando a memória da câmera ficou cheia.

Veja imagens de tempestades solares e auroras boreais:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.