Astrônomo amador filma duplo fenômeno raro na Escócia

Por BBC | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Maciej Winiayczyk esperava apenas filmar as nuvens noctilucentes, e acabou filmando uma aurora boreal

BBC

Um astrônomo amador captou dois fenômenos raros no céu da Escócia.

Maciej Winiayczyk esperava apenas filmar as nuvens noctilucentes, que são formadas por minúsculos cristais de gelo e só podem ser vistas nas noites de verão, em locais próximos aos polos.

Essas nuvens brilham quando iluminadas pelo Sol, que já está abaixo do horizonte.

Veja também:
Fotos revelam brilho de misteriosas nuvens noturnas
Nuvens brilhantes revelam ligação entre polo norte e polo sul
Cientistas avaliam consequências das tempestades solares

Para a surpresa do Winiayczyk, no meio da filmagem a aurora boreal se uniu às nuvens noctilucentes, formando um espetáculo de luz.

A aurora boreal ocorre devido ao contato dos ventos solares com o campo magnético do planeta.

O astrônomo amador espera que sua filmagem seja ser útil para campos da pesquisa científica que estudam como esses dois fenômenos podem interagir.

Ele conta que gravou as imagens das 22h às 3h e só parou quando a memória da câmera ficou cheia.

Veja imagens de tempestades solares e auroras boreais:

Imagem em cor falsa mostra labareda no centro do Sol que entrou em erupção nesta quinta (17). Foto: AP/NasaEm março, Aurora austral é captada por astronauta a bordo da Estação, Espacial Internacional. Foto: Reuters/ REUTERS/Andre KuipersAurora boreal pode ser vista em Yellowknife, no Canadá, em março de 2012. Foto: APRaios luminosos marcaram o céu de  Yellowknife, no Canadá. Foto: APO colorido visto no céu de Yellowknife, no Canadá, foi intensificado por causa das tempestades solares. Foto: APAstronautas na Estação Espacial Internacional fotografam aurora boreal em  janeiro deste ano. Foto: BBC BrasilAurora boreal do dia 7 de março, no Alasca. Foto: APNASA divulga imagem de grande erupção que provocou tempestade solar em março deste ano. Foto: DivulgaçãoAurora Boreal ilumina os céus da Escócia e da Inglaterra no início do ano. Foto: TV iGFenômeno também é visto na cidade de Tromsoe, Noruega. Foto: APImagem tirada em setembro do ano passado pela tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS) mostra aurora austral no sul do Oceano Pacífico. Foto: ReutersAurora Boreal é vista perto da cidade de Trondheim, na Noruega. Foto: AP


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas