Luca Parmitano quase se afogou quando seu capacete encheu de água durante saída da Estação Espacial

Reuters

Karen Nyberg ajuda Luca Parmitano a tirar seu capacete após ele ter vazado água durante caminhada espacial
Nasa
Karen Nyberg ajuda Luca Parmitano a tirar seu capacete após ele ter vazado água durante caminhada espacial

Com o capacete enchendo de água, os olhos já molhados e a comunicação por rádio interrompida, o astronauta italiano Luca Parmitano achou que fosse morrer afogado no meio do espaço.

O dramático incidente no lado de fora da Estação Espacial Internacional aconteceu em 16 de julho, e foi narrado nesta semana num blog da Agência Espacial Europeia.

Leia:
Vídeo: Astronauta faz cover de David Bowie no espaço
Viagem privada sem volta a Marte já tem mais de 100 mil inscritos
Viagem a Marte expõe astronauta a mais de 60% da radiação recomendada em vida

"Nem posso ter certeza de que na próxima vez em que eu respirar irei encher meus pulmões com ar, não com líquido", escreveu Parmitano, evocando o momento do incidente. "É vital que eu entre assim que possível ..., mas quanto tempo eu tenho? É impossível saber."

A agência espacial dos EUA, Nasa, que comandou essa saída ao espaço, está investigando a causa do defeito no capacete de Parmitano, primeiro italiano a fazer uma caminhada espacial.

Naquele dia, ele instalava um cabo de Internet entre duas partes da Estação, quando notou um acúmulo de líquido no capacete.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.