Foto mostra Terra e Lua como pontinhos brilhantes ao lado dos anéis de Saturno

A sonda Cassini da Nasa, que orbita Saturno, tirou uma rara foto da Terra e da Lua na semana passada. A imagem mostra Terra e a Lua, a 1,5 bilhão de quilômetros de distância, entre os anéis de Saturno. Esta foi a primeira vez que a câmera de alta resolução da Cassini captura a Terra e a lua como dois objetos distintos.

Em uma imagem rara, a sonda Cassini conseguiu capturar os anéis de Saturno, a Terra e a Lua em uma mesma foto. Na imagem, o ponto mais brilhante indicado pela seta é a Terra
NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute
Em uma imagem rara, a sonda Cassini conseguiu capturar os anéis de Saturno, a Terra e a Lua em uma mesma foto. Na imagem, o ponto mais brilhante indicado pela seta é a Terra

"Não podemos ver os continentes individuais ou pessoas neste retrato da Terra, mas esta pálido ponto azul é um resumo sucinto do que éramos em 19 de julho," disse Linda Spilker, cientista do projeto Cassini da agência espacial americana. "As imagens da Cassini nos lembram do quanto nosso planeta é pequeno na vastidão do espaço e também atesta a ingenuidade dos cidadãos deste planeta minúsculo em enviar uma espaçonave tão longe de casa para estudar Saturno e tirar uma foto da Terra".

Leia mais:
Sonda capta imagens de furacão em Saturno
Lua de Saturno pode ter lagos de metano líquido
Sonda espacial acha condições favoráveis para a vida em lua de Saturno
Sonda Cassini registra formação de tempestade gigante em Saturno

Imagem aproximada mostra a Terra e a Lua, como pontinhos brilhantes no espaço
NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute
Imagem aproximada mostra a Terra e a Lua, como pontinhos brilhantes no espaço

A Cassini tirou a foto em 19 de julho, mesmo dia que a sonda Messenger registrou a Terra a 98 milhões de quilômetros de distância. A Messenger foi a primeira sonda a orbitar Mercurio. Normalmente, sondas interplanetárias não costumam tirar fotos da Terra, para evitar o risco de danificar equipamentos por causa da luz solar.

A Cassini foi lançada ao espaço em outubro de 1997 junto com a sonda Huygens da Agência Espacial Europeia (ESA). A nave chegou às imediações de Saturno em 2004 para iniciar o estudo de Titã, a maior lua do planeta.



Veja imagens do espaço:

Desde então os 12 instrumentos de Cassini estiveram transmitindo informação do sistema de Saturno durante quase seis anos, ainda que a missão deveria ter terminado no final de 2008. No ano passado, a Nasa decidiu prolongar sua missão até 2017, o que permitirá aos cientistas estudar as mudanças climáticas no planeta e em suas luas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.