Dados coletados pelo jipe-robô Curiosity mostram que rochas na Gale Crater são semelhantes às encontradas em leitos de rios terrestres

AP

Uma nova análise feita pela Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, divulgada nesta quinta-feira (30) confirma que já houve água corrente em Marte.

Os dados coletados pelo jipe-robô Curiosity e que irão ser publicados amanhã (31) na revista Science mostram que o formato redondo das pedras encontradas pelo jipe-robô Curiosity , segundo os pesquisadores, foi moldado por um fluxo caudaloso que, provavelmente, media até 1 metro de altura.

Leia mais: Viagem a Marte expõe astronauta a mais de 60% da radiação recomendada em vida

O robô: Conheça toda a tecnologia do Curiosity

As informações sugerem que um rio já percorreu a Gale Crater, região de Marte composta por uma enorme cratera na qual há uma montanha de 5 quilômetros de altura.

No ano passado, o Curiosity se deparou com centenas de pedras lisas e redondas na Gale Crater, muito semelhante aos depósitos de margens de rios na Terra.

Leia também: Curiosity encontra mais indícios de água em Marte

Os cientistas acreditam que a área percorrida pelo Curiosity fazia parte de um antigo leito, mas ainda é necessário mais estudos sobre as pedras para se obter mais detalhes.

Para esses estudos, serão usadas imagens de alta resolução e os dados coletados com laser em várias pedras para analisar sua composição química.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.