Análise de dente mostra que bebês neandertais mamavam até um ano de vida

Por Maria Fernanda Ziegler - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Pesquisadores descobriram que neandertais se alimentavam exclusivamente de leite materno nos sete primeiros meses e a partir de 1 ano e dois meses eram desmamados

Ian Harrowell, Christine Austin, and Manish Arora
Ilustração mostra dente pré-molar diferentes camadas de bário

Uma parte da vida familiar dos neandertais foi revelada nesta quarta-feira (22) quando os hábitos de lactação e desmame da espécie de hominídeos foram descobertas em estudo publicado na edição desta semana do periódico científico Nature.

A análise química do dente fóssil de um bebê neandertal mostrou que ele se alimentou exclusivamente de leite materno nos sete primeiros meses de vida, para manter uma alimentação mista de leite materno e comida regular nos sete meses seguintes e a partir de 1 ano e dois meses foi desmamado.

O período exclusivo de lactação dos neandertais é o mesmo de outros hominídeos. Humanos caçadores-coletores e chimpanzés selvagens também complementam com comida a amamentação a partir dos seis meses de idade. Mas há diferença nas idades de desmame: os seres humanos e os chimpanzés desmamam no primeiro ano de vida e aos quatro anos respectivamente.

“Queremos reconstruir uma história mais detalhada sobre a evolução da amamentação ao analisar mais fósseis e assim também analisar os efeitos para a saúde da amamentação em humanos modernos”, disse ao iG Manish Arora do departamento de medicina preventiva da escola de medicina Monte Sinai, em Nova York.

Arora afirma que o desmame é essencial para o desenvolvimento e o sucesso reprodutivo. “Note que em humanos modernos a lactação traz uma série de benefícios para a nutrição, sistema imunológico, mas pouco se sabe sobre a dieta diária de outros hominídeos já extintos, principalmente no que se refere à dieta alimentar de bebês”, disse.

Leia também:
Neandertais cresciam mais devagar que Homo sapiens, diz estudo
Estudo diz que extinção dos neandertais aconteceu antes do imaginado
Neandertal desapareceu devido aos olhos grandes, diz estudo

O estudo foi a primeira demonstração de que grandes mudanças dietéticas no início da vida com precisão são registadas como sinais elementares que permanecem aparentes nos dentes fósseis de primatas.

A descoberta foi possível graças ao nível de bário encontrado nos dentes fósseis. Os pesquisadores conseguiram provar que as principais mudanças alimentares durante a infância são registradas com precisão em tecidos dentais mineralizados, que permanecem como marcas em dentes fossilizados há milhares de anos.

Leia tudo sobre: neandertaishominídeosevoluçãodesmame

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas