Cientistas apresentam projeto de 'manto da invisibilidade' térmico

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Pesquisadores da França e da Alemanha criaram e testaram um novo tipo manto capaz de tornar objetos invisíveis ao calor

BBC

BBC
Região central é "invisível" à passagem do calor

Pesquisadores da França e da Alemanha criaram e testaram um novo tipo de "manto da invisibilidade", capaz de tornar objetos invisíveis ao calor. Já há mantos semelhantes para tornar objetos invisíveis à luz e a ondas sonoras, mas este é o primeiro a trabalhar com o calor.

Leia mais noitícias sobre mantos de invisibilidade:

Cientistas conseguem ocultar objeto com 'manto da invisibilidade'

Cientistas avançam na criação da capa de invisibilidade

O protótipo conta com uma área de 5 cm de largura em seu centro, que é impermeável ao calor que flutua ao seu redor. O manto foi criado a partir de um composto de cobre e de silicone conhecido como PDMS. A tecnologia pode vir a ser utilizada em experimentos eletrônicos de gerenciamento térmico.

O manto atua canalizando o fluxo térmico em volta da região central, com anéis alternados de cobre e de silicone.

Alta condutividade

"Se você acompanhar o anel, você pode seguir essas áreas de alta condutividade (de calor). Mas, se você se dirige para o meio, você vai ser repetidamente bloqueado por uma camada de baixa condutividade", explicou o principal autor do estudo, Robert Schittny, do Instituto Karlsruhe de Tecnologia, na Alemanha.

"É mais fácil para o calor se locomover ao redor deste objeto do que pelo seu centro", diz Schittny, em entrevista à BBC. Mas o esforço não consiste apenas em insular a região central do calor, mas fazer "parecer" com que a região simplesmente não esteja ali. "Você quer que o fluxo de calor dê a impressão de que não há quaisquer problemas no meio e que, basicamente, se você quer conduzir o calor em direção ao centro, ele precisa fazer um desvio, precisa realizar um caminho maior para dar a volta", acrescenta o cientista.

"Cada anel é construído de um jeito que visa especificamente compensar pelo desvio que o calor precisa fazer", comenta. Schittny afirma que a pesquisa expõe possibilidades promissoras para dispositivos em que o calor precisa ser movimentado, como sistemas eletrônicos ou sistemas de aquecimento ou de resfriamento de energia.

Leia tudo sobre: manto de invisibilidade

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas