Zoológico de Londres busca fêmea para salvar da extinção espécie de 'peixe feio'

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Existem apenas três peixes da espécie, todos vivendo em cativeiro. Peixe foi identificada pela primeira vez em 2006, mas construção de represa secou habitat natural

BBC

Zoological Society of London
O zoológico de Londres tem dois machos da espécie "Ptychochromis insolitus"

O zoológico de Londres está procurando uma parceira para um peixe tropical em risco de extinção descrito como "belíssimamente feio".

O peixe Ptychochromis insolitus, da família dos ciclídeos (como o acará-disco, comum em aquários no Brasil) está extindo na natureza, mas existem três em cativeiro, dois no zoológico londrino e um em Berlim, e todos são machos.

Caso consiga encontrar uma fêmea da espécie, que é endêmica de Madagascar (país no sudeste da África), o zoológico de Londres espera criar um programa de conservação da espécie.

Os machos em Londres já estão com 12 anos de idade, e, por isso, os especialistas afirmam que a busca se transformou em uma questão urgente.

Leia também: 
Animais feios são menos pesquisados, sugere estudo
Zoólogos fazem lista com 100 mamíferos ameaçados mais estranhos

Estes peixes foram identificados pela primeira vez no rio Mangarahara, em Madagascar, em 2006. Mas a construção de represas no rio fez com que locais onde estes peixes viviam secassem, e agora especialistas acreditam que este peixe já não existe mais em seu habitat natural.

Solteiros
Havia uma fêmea da espécie no zoológico de Berlim, mas as tentativas de cruzamento acabaram de forma lamentável quando o macho a matou.

"É uma coisa comum entre ciclídeos", disse à BBC Brian Zimmerman, curador do aquário de Londres.

Veja: Estudo descobre 78 novas espécies de peixes no Rio Madeira

"Eles são peixes diferentes quando comparados aos outros, pois o par é unido e eles cuidam dos ovos e dos alevinos, então há muita briga entre eles."

Zoológico de Berlim
O zoo de Berlim tinha uma fêmea, mas ela foi morta pelo macho

A equipe do zoológico de Londres já fez uma busca em aquários do mundo todo e não conseguiu encontrar um par para os peixes solteiros. Agora, eles esperam encontrar uma fêmea em uma coleção particular.

E, de acordo com Zimmerman, é fácil saber se um proprietário de peixes tem um destes ciclídeos em seu aquário.

"Não é um peixe particularmente bonito, eles são belíssimamente feios, são diferentes. Eles são um tipo de peixe mais para os peritos. Precisam de espaço; os machos são maiores que uma mão (humana) e eles precisam de um aquário decente", disse.

Mas, mesmo fazendo esta busca, o curador não acredita muito no futuro da espécie.

"Não tenho muita esperança. Esta crise de peixes de água doce atinge o mundo todo, enquanto a água é usada para fins humanos, ela fica mais escassa e, geralmente, os peixes perdem", afirmou.

Leia outras matérias de animais que procuram um parceiro:
Leão solteiro há 15 anos poderá escolher parceira entre seis leoas
Cientistas arranjam 'namoradas' para tartaruga rara
Casamento 'arranjado' de gorilas em zoo tem fim trágico nos EUA
Solitário, gorila virgem ganha companheiras em Belo Horizonte

"Acho que, provavelmente, há uma chance muito pequena ou nenhuma chance de este peixe sobreviver."

O zoológico de Londres pede que as pessoas que tiverem informações sobre uma fêmea desta espécie enviem um email para fishappeal@zsl.org

Leia tudo sobre: animaiszoológicoconservação

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas