Ambientalistas afirmam que a população de peixes predadores como o bacalhau diminuiu em dois terços nos últimos 100 anos

Pescador islandês seca cabeças de bacalhau ao ar livre
Randy Olson/ National Geographic Stock
Pescador islandês seca cabeças de bacalhau ao ar livre

Ambientalistas afirmam que a população de peixes predadores como o bacalhau e o atum diminuiu em dois terços nos últimos 100 anos. A pesca tem provocado o desequilíbrio nos mares. Enquanto bacalhau, atum e garoupa são cada vez mais raros nos oceanos, peixes como anchova e sardinha (muitas vezes usados como isca) mais do que dobraram durante este mesmo período.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.