Peça de colecionador particular usa âmbar da República Dominicana e tem mosquitos, moscas, aranhas e abelhas

BBC

Conta do colar com inseto em seu interior: valor em leilão de até 30 mil dólares
Lawrences Fine Art Auctioneers
Conta do colar com inseto em seu interior: valor em leilão de até 30 mil dólares

Colar funciona como
Lawrences Fine Art Auctioneers
Colar funciona como "cápsula do tempo"

Um raro colar com 40 pedras de âmbar (resina fossilizada de árvores) será leiloado na Grã-Bretanha neste mês. Acredita-se que a joia poderá alcançar no leilão, segundo especialistas, o valor de 10 mil libras (cerca de R$ 30 mil).

O colar, que pertence a um colecionador particular que decidiu colocá-lo à venda, é uma verdadeira cápsula do tempo, já que as pedras contêm insetos de até 40 milhões de anos em seu interior.

Leia:
Penas de dinossauros são encontradas em âmbar no Canadá
Cientistas descobrem insetos de 230 milhões de anos preservados em âmbar
Cientistas descobrem espécies de insetos extintos fossilizadas no Peru

O âmbar, que se formou na mesma época, vem da mina de La Toca, na República Dominicana. Entre os insetos presos nas pedras estão mosquitos, moscas, aranhas e abelhas. O Museu Hunterian, da cidade de Glasgow, na Escócia, pesquisou os insetos e os identificou em um diagrama.

O leilão começa nos dia 23 de abril na casa de leilões Lawrences Fina Art, na cidade de Crewkerne, no condado de Somerset (sudoeste da Inglaterra).

.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.