Novo chocolate com vodka tem 50% da gordura

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

De acordo com o estudo água, suco de frutas ou álcool podem substituir parte da gordura presente no chocolate

BBC

Getty Images
Cientistas creem que água, suco ou álcool podem substituir gordura do chocolate

Cientistas britânicos que estudavam como criar um chocolate mais saudável e com a mesma textura que o convencional desenvolveram um chocolate com 50% menos gorduras, feito com uma substância gelatinosa e vodka.

Durante a pesquisa, a equipe de estudiosos da Universidade de Warwick, na Inglaterra, substituiu a gordura por uma emulsão à base de líquidos e ágar (substância de consistência gelatinosa extraída de algas).

Segundo os pesquisadores, água, suco de frutas ou álcool podem substituir parte da gordura presente no chocolate.

O chocolate tradicional obtém sua textura a partir de uma emulsão de glóbulos gordurosos suspensos em meio aos sólidos, e substituir esses glóbulos é difícil.

Leia mais:
Estudo afirma que país que consome mais chocolate ganha mais Prêmios Nobel

Qualquer outra substância tem de permanecer dispersa de forma homogênea no chocolate durante o processo de aquecimento e resfriamento, quando ele se solidifica. Chocolates com pouca gordura comercializados atualmente não têm a mesma textura dos convencionais.

Gelatina
Um relatório divulgado durante uma reunião da American Chemical Society na cidade de Nova Orleans, no sul dos Estados Unidos, descreveu o trabalho dos especialistas britânicos para tentar reduzir a gordura no chocolate e mantê-lo tão gostoso como o original.

No início, eles criaram uma fórmula à base de suco de fruta, sílica (um mineral) e quitosana (substância extraída do esqueleto de crustáceos). O trabalho foi primeiramente descrito na publicação científica Journal of Materials Chemistry em 2012.

++ FOTOS: Conheça alimentos ricos em antioxidantes 

"Ficamos entusiasmados porque (a fórmula) combinava suco de fruta e chocolate", disse o líder da pesquisa, Stefan Bon, à BBC.

Mas o uso de ingredientes como a sílica e a quitosana, no entanto, poderia tornar essa solução menos atraente para fabricantes ou para consumidores que sofrem de alergia a frutos do mar, por exemplo.

A equipe começou, então, a trabalhar com o ágar. Tratou-se de uma abordagem mais simples e mais versátil, com a qual outros líquidos, como água e álcool, também poderiam ser utilizados.

A abordagem "abre caminho para tipos diferentes de doces que podem ser colocados nas prateleiras ao lado de tudo o que já existe por aí", disse Bon.

Em um novo experimento, a equipe britânica então decidiu trabalhar com vodka.

O ágar foi aquecido com a bebida - como no processo de fabricação da gelatina caseira. Depois, a gelatina foi resfriada até pouco menos de 40ºC e misturada à manteiga de cacau derretida.

O chocolate resultante continha 20% de álcool e 50% menos gordura.

Apesar do alto teor alcoólico, Bon acredita que exista um mercado para esse novo chocolate. Seus estudantes, ele contou, mal podiam esperar para experimentar a novidade.

"Você pode continuar usando o suco de fruta se quiser, mas pode também fazer um chocolate à base de vodka, o que é incrível - embora, claro, não muito saudável", disse ele.

Leia tudo sobre: chocolatevodca

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas