British Museum exibe artefatos e restos arqueológicos encontrados em cidades devastadas por vulcão no ano 79 d.C.

BBC

Mais de 250 artefatos que mostram as vidas dos moradores das cidades romanas de Pompeia e Herculano serão expostos em uma nova mostra no British Museum, de Londres.

As duas cidades na costa sul da Itália foram cobertas por toneladas de lama, terra e cinzas depois da erupção do vulcão Vesúvio em agosto do ano 79 d.C..

A tragédia permaneceu na mente das pessoas por muitos anos, mas, com o tempo, foi esquecida. Até a exploração de um lugar chamado 'Civita', que começou em 1748.

O British Museum afirmou que a exposição vai explorar o povo romano "real", não os imperadores e gladiadores mostrados nos filmes.

A descoberta de Pompeia e Herculano tem grande importância na compreensão do antigo mundo romano.

Leia mais:
Projeto europeu visa recuperar ruínas de Pompeia
Polícia italiana recupera cabeça de estátua roubada de Pompeia
Esgoto de cidade soterrada revela segredos sobre Roma Antiga
Exposição em Roma tenta reabilitar imagem de Nero
Cientistas descobrem local exato onde Júlio César foi assassinado
Onda de calor de 600ºC matou moradores de Pompeia, diz estudo

Muitos artefatos foram para a coleção particular do rei Charles 3º (que foi rei de Nápoles e da Sicília, antes de assumir o trono da Espanha, de 1759 a 1788) e transportados para Nápoles, onde estão até os dias de hoje, no Museu Nacional Arqueológico da cidade.

A exposição será a primeira sobre Pompeia e Herculano em Londres nos últimos 40 anos e mostrará objetos descobertos recentemente e outros de escavações anteriores, muitos deles nunca vistos fora da Itália.

Neil MacGregor, diretor do museu, afirmou que a exibição foi possível graças a uma colaboração com a Superintendência de Arqueologia de Nápoles e Pompeia, "que permitiu empréstimos extremamente generosos de objetos preciosos de suas coleções".

Esculturas mostram as vítimas do vulcão em Pompeia, incluindo uma família de quatro pessoas, abraçadas e congeladas pelas cinzas do vulcão em seu último momento, além de um cachorro "fixado para sempre no momento de sua morte enquanto a erupção cobria as cidades".

A exposição Vida e Morte em Pompeia e Herculano ficará em cartaz no British Museum até o final de setembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.