Cientistas fazem reconstituição de rosto de Ricardo III

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Exame de DNA confirmou que ossada encontrada sob estacionamento em Leicester era do monarca, desvendando mistério de 500 anos

BBC

Getty Images
O rosto reconstituído de Ricardo III se assemelha a retratos do rei

Uma reconstrução facial feita a partir do crânio de Ricardo III revelou qual teria sido a aparência desse rei, que governou a Inglaterra no século 15.

Após fazer uma série de testes de DNA, cientistas britânicos confirmaram na segunda-feira (4) que um esqueleto encontrado em um estacionamento na cidade de Leicester é de Ricardo III.

O rei inglês foi morto na Batalha de Bosworth, em 1485, mas seus restos mortais haviam se perdido.

Com a ossada recuperada, cientistas puderam reconstruir seu rosto em um processo que incluiu, primeiro, a criação de um modelo virtual do crânio de Ricardo III.

Em seguida, foram adicionadas camadas de músculos e pele ao crânio virtual.

Leia mais:
Arqueólogos acham restos de soldado morto há quase 200 anos em Waterloo
Descoberto navio pirata do século 19 com porão cheio de tesouros
Arqueólogos encontram 'casa de bruxa' do século 17 com gato mumificado

Por fim, o modelo computadorizado foi usado para se fazer um modelo de plástico do rosto do monarca.

Reconstituição
"O busto digital foi recriado em plástico usando um sistema de prototipagem rápida", explicou Caroline Wilkinson, professora de identificação craniofacial da Universidade de Dundee.

Segundo Wilkinson, a artista plástica Janice Aitken, da equipe da Universidade de Dundee, usou os retratos de Richard 3º como referência para recriar o cabelo, olhos e roupas do monarca.

A figura resultante, com um nariz ligeiramente arqueado e um queixo proeminente, é semelhante aos retratos de Ricardo III pintados após sua morte.

"(Ver a projeção do rosto de Ricardo III) é quase como estar cara a cara com o rei", disse o historiador John Ashdown-Hill.

"As características mais marcantes dos retratos são a forma do nariz e do queixo, e ambos podem ser percebidos na reconstituição facial."

Segundo historiadores, a reconstituição é particularmente importante porque nunca foi encontrado nenhum retrato de Ricardo 3º pintado enquanto o rei ainda estava vivo.

Ela foi divulgada por uma associação voltada para a preservação da memória de Ricardo III na Sociedade de Antiquários de Londres, mas espera-se que seja exposta publicamente no futuro.

História
Em 1483, logo após a morte de seu irmão, Ricardo foi nomeado como tutor de seu sobrinho, Eduardo 5º. Mas, em vez disso, assumiu o poder.

Ele ficou apenas dois anos no trono, e foi morto aos 32 anos, após ser desafiado pelas forças de Henrique Tudor, o futuro rei Henrique 7º.

Segundo especialistas, Ricardo III teria sido enterrado às pressas em uma igreja no centro de Leicester que foi demolida no século 16.

A localização da cova teria sido esquecida nos séculos seguintes até que um grupo de historiadores e cientistas conseguiu rastreá-la.

Leia tudo sobre: arqueologiaricardo IIIreconstituiçãohistória

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas