Brasil volta à entidade internacional de geofísica

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Entidade é uma das grandes federações científicas do mundo, composta por sete associações e mais de 100 países filiados

Agência Estado

O governo brasileiro decretou nesta terça-feira (5) a restauração da vigência do Decreto nº 42.290, de 19 de setembro de 1957, que restabelece a filiação do Brasil à União Geodésica e Geofísica Internacional (UGGI).

A entidade é uma das grandes federações científicas do mundo, composta por sete associações e mais de 100 países filiados. De volta à instituição, o Brasil deve efetuar pagamento da quota anual de adesão, o que deve ser feito pelo O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Pelo decreto, o Brasil deverá formar o Comitê Nacional da União Geodésica e Geofísica Internacional, que fará a articulação, no País, dos estudos e pesquisas relacionadas às ciências geodésicas e geofísicas, promoverá a discussão, comparação e publicação dos resultados e coordenará as relações com o órgão central da União Geodésica e Geofísica Internacional. Integram o comitê, além do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), instituições como o Exército, o Observatório Nacional e o Ministério da Agricultura.

Leia tudo sobre: ibgeobservatório nacionalgeografia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas