Defesa aérea americana acompanha 'trajetória' do Papai Noel

Radares do Norad oferecem serviço para que crianças possam acompanhar aonde está o "bom velhinho" e quantos presentes já foram entregues ao redor do mundo

AFP |

AFP

Papai Noel começou sua trajetória ao redor do mundo para deixar presentes aos pés dos pinheiros de Natal em todos os lares do planeta e foi visto às 13h30 de Brasília em Harbin (China), segundo o comando de defesa aeroespacial americano (NORAD, na sigla em inglês), que usa radares para "seguir" seus passos.

Milhares de presentes já tinham sido depositados nessa hora, informou o NORAD. A trajetória do Papai Noel tinha começado cinco horas antes e continuará até a terça-feira às 07h de Brasília, o tempo que levará para dar a volta ao mundo e entregar os presentes em cada casa.

Em 2011:  Radares 'rastreiam' Papai Noel na noite de Natal

AP
Funcionários da defesa aeroespacial americana trabalham para "rastrear" os passos do Papai Noel

Leia também:  Ambientalistas tentam salvar tribos de pastores de renas

Rainha da Inglaterra:  Rainha Elizabeth 2ª fará mensagem de Natal em 3D

Saído do Pólo Norte, o trenó do Papai Noel foi primeiro localizado nas ilhas do Pacífico para em seguida percorrer Ásia, Oriente Médio, Europa, África, América do Norte e América do Sul.

A defesa aérea americana é o órgão encarregado de vigiar e proteger os céus dos Estados Unidos e do Canadá, detectando ataques aéreos ou o lançamento de mísseis nucleares. Mas, como todo ano, seus poderosos radares e satélites são utilizados também nesta boa causa.

O Norad também coloca à disposição das crianças uma página na internet em oito idiomas (www.noradsanta.org) que lhes permite saber onde o Papai Noel está em cada momento e quais suas próximas paradas. Também contabiliza o número de presentes deixados até o momento para as crianças, que até agora eram estimados em 1,2 bilhão.

Assista ao vídeo da "passagem do Papai Noel" no Oriente Médio:

O Norad explicou que é possível saber onde Papai Noel se encontra a cada instante porque "o nariz vermelho e brilhante de Rudolph (uma das renas que puxa o trenó) envia um sinal infravermelho que permite a nossos satélites localizá-lo".

Além disso, o Norad usa no total até quatro tecnologias distintas: radares, satélites, câmeras de Papai Noel e voos de aviões militares. Todos eles são necessários, visto que o Papai Noel viaja "com velocidade superior à da luz".

"Somos a única organização que tem a tecnologia, as qualificações e as pessoas para fazê-lo. E adoramos! Norad tem a honra de ser o seguidor oficial do Papai Noel", declarou em sua página na internet.

História

A tradição tem origem em um erro cometido em 1955 por um jornal local de Colorado Springs, no oeste dos EUA, onde fica o quartel-general do Norad.

O jornal publicou na ocasião um anúncio publicitário, dando o número de telefone com o qual se podia falar com o Papai Noel. O número transferia as ligações por engano ao telefone do Comando de Urgência da Defesa Aérea continental (Conad), antecessora do Norad.

Desde esse dia, os militares do Norad estavam com uma nova missão e para não desiludir as crianças, o diretor de operações daquele momento, Harry Shoup, ordenou ao seu pessoal para controlar o radar para ver a localização do Papai Noel e informar as crianças a respeito. O Norad garante que o Papai Noel existe na vida real.

Reprodução/Norad
Mapa mostra os locais onde o Papai Noel já "entregou" os presentes de Natal


"Montanhas de dados históricos e mais de 50 anos de informação de acompanhamento nos levam a crer que Papai Noel está vivo e saudável nos corações das pessoas de todo o mundo", destacou a organização.

    Leia tudo sobre: papai noelespecial natalnatalradaresnorad

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG