Mordida de piranha amazônica é pior que de tubarão, diz estudo

Estudo comparou força da mandíbula da piranha negra e de espécie já extinta e mostrou que ela é maior do que a de animais bem maiores

iG São Paulo | - Atualizada às

Steve Huskey
Esqueleto de piranha negra: mandíbulas poderosas

Com os músculos da mandíbula hipertrofiados, capazes de exercer uma força equivalente a trinta vezes o seu peso, a piranha é uma máquina de morder que deixa no chinelo o resto do reino animal.

O grande tubarão branco, a hiena e o crocodilo têm, é verdade, dentes muito afiados, mas se sua mordida for relacionada com a massa e o tamanho do animal, o campeão disparado é a piranha negra ( Serralmus rhombeus ).

O biólogo Justin Grubich, da Universidade Americana do Cairo, arriscou seus dedos para capturar quinze piranhas negras em um braço do rio Amazonas e utilizar nelas um aparelho de medição das mandíbulas.

Os peixes, que mediam de 20 a 37 centímetros de comprimento, "se prestaram de boa vontade ao jogo, praticando mordidas defensivas", insiste.

Leia também:
Piranhas 'latem' para intimidar rivais, dizem pesquisadores
Piranha é pescada em rio da Croácia
Tiranossauro rex possuía a mordida mais potente entre os animais

"Ainda que as anedotas referentes às vítimas reduzidas a esqueletos em águas infestadas de piranhas são geralmente exageradas, as eficácia de sua mordida não é", acrescentaram, citando casos em que estes carnívoros cortaram de uma vez falanges humanas e as comeram.

A força da mordida da piranha negra chega a 320 Newtons, quase três vezes mais que a exercida por um crocodilo do mesmo tamanho.

O estudo publicado no periódico Scientific Reports também reconstruiu a mordida de uma piranha extinta, a Megapiranha paranensis , que viveu entre 8 e 10 milhões de anos atrás. A força da mordida do peixe superava monstros pré-históricos como o megalodonte, ancestral gigante do tubarão branco.

(Com informações da AFP) 

    Leia tudo sobre: peixespiranhasmordidaanatomia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG