Sondas da Nasa vão cair na Lua

Agência espacial americana encerrou a missão Grail, que estudava a gravidade lunar, e sondas vão ser destruídas em colisão com o satélite terrestre

iG São Paulo |

NASA/JPL
Flecha vermelha mostra o ponto de colisão das sondas na Lua, como planejado pela Nasa

A agência espacial dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira (13) que as sondas gêmeas Grail, que foram lançadas no início de 2012 para mapear a gravidade da Lua, terminaram sua missão e vão colidir contra a superfície lunar na próxima segunda-feira (17).

Os cientistas da Nasa disseram que o impacto, que acontecerá a uma velocidade de seis mil quilômetros por hora, não será visível da Terra. Os engenheiros da missão pretendem fazer uma série de manobras para esvaziar os tanques de combustível da sonda antes de fazê-las se espatifar no solo da Lua.

E para quem espera algum tipo de espetáculo, as notícias não são boas. Elas são pequenas e leves demais (do tamanho de uma máquina de lavar roupa cada uma) para causar uma cratera ou levantar muita poeira e a região estará coberta por sombra no momento da colisão. O ponto de impacto planejado é uma montanha perto da cratera Goldschmidt.

Leia também:
Sondas da Nasa entram na órbita da Lua
Sondas Grail revelam que asteroides danificaram crosta lunar
Nasa divulga imagens inéditas da superfície lunar
Modelo matemático indica que Terra pode ter tido duas Luas

As duas sondas foram lançadas na virada do ano e suas medições mostraram que o satélite terrestre sofreu múltiplos impactos de asteroides , muito mais do que se imaginava anteriormente.

(Com informações da AP)

    Leia tudo sobre: luagrailnasaespaçogravidade lunar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG