Descoberto dinossauro com chifres anterior ao Triceratops

Xenoceratops foremostensis viveu há 80 milhões de anos no Canadá, e é o mais antigo dinossauro deste tipo a ser encontrado no país

The New York Times |

The New York Times
Ilustração mostra aparência do Xenoceratops foremostensis, um dinossauro de chifres que viveu há 80 milhões de anos

Cientistas em Alberta identificaram um novo tipo de dinossauro com chifres que se pareciam com os do Triceratops, mas que viveu 15 milhões de anos antes.

Chamado Xenoceratops foremostensis , era um vegetariano de duas toneladas, que surgiu há 80 milhões de anos, tornando-se conhecido por ser o mais antigo dinossauro de grande porte com chifres encontrado no Canadá.

"Esse cara era do tamanho de um touro grande, com dois grandes chifres na testa, acima dos olhos, e um grande escudo na parte traseira do crânio", disse Michael Ryan, chefe de paleontologia de vertebrados do Museu de História Natural de Cleveland e um dos autores de um estudo que descreve as espécies no periódico The Canadian Journal of Earth Sciences. "E ele tinha um bico na frente da boca, muito parecido com uma tartaruga."

Fósseis de Xenoceratops foram coletados primeiramente em 1958, mas permaneceram não identificados no Museu Canadense da Natureza, em Ottawa. Ryan e um coautor, David Evans, do Museu Real de Ontário e da Universidade de Toronto, estão trabalhando em um esforço maior, o Projeto Dinossauro do Sul de Alberta, que identificou cerca de 10 novos dinossauros, incluindo o Xenoceratops .

Leia mais:
Dinossauros herbívoros estavam em decadência quando asteroide caiu na Terra 
Estudo diz que penas em dinossauros serviam para acasalamento
Descoberto dinossauro anão que tinha presas de vampiro

A maioria dos dinossauros conhecidos de Alberta foi encontrada mais ao norte, no Parque Provincial dos Dinossauros e em Drumheller. Os dinossauros do sul, como o Xenoceratops , viveram pelo menos 15 milhões de anos antes que os do norte, disse Ryan.

Veja na galeria: os novos dinossauros 

"Estamos tentando encontrar um número suficiente de novos dinossauros mais ao sul para nos ajudar a entender o que os levou à extinção", acrescentou.

    Leia tudo sobre: dinossaurostriceratopschifrecanadápaleontologia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG