Cientistas concluem mapeamento do genoma suíno

Código genético de porcos pode ampliar o uso do animal para produção de carne e produção de medicamentos

Reuters | - Atualizada às

Reuters

Divulgação/Nature
Porquinhos clonados: genoma pode melhorar produção de animais para abate

Cientistas concluíram o mapeamento genético do porco doméstico, num projeto que pode ampliar o uso do animal para a produção de carne e o teste de medicamentos para humanos.

Estudo publicado no periódico Nature identificou genes que podem estar associados a doenças que afetam criações suínas, o que será uma referência para cruzamentos seletivos que melhorem a resistência dos animais.

Alan Archibald, do Instituto Roslin (Escócia), que participou do projeto com colaboradores de Holanda e Estados Unidos, disse que o novo sequenciamento genético é um esboço inicial satisfatório.

Archibald disse que a compreensão sobre os resultados ainda vai demorar, mas que os benefícios serão mais imediatos na suinocultura do que, por exemplo, na medicina humana, "porque podemos usar cruzamentos seletivos".

Leia:
Cientistas chineses decifram genoma do camelo 
Cientistas anunciam mapeamento do DNA da cevada
Pesquisadores sequenciam genoma da banana

A identificação de genes associados a doenças que também afetam humanos pode levar ao uso mais intensivo dos porcos em testes com medicamentos.

Um exemplo: a chamada síndrome do estresse suíno, doença hereditária que causa morte súbita em porcos, tem semelhanças com a hipertermia maligna, que provoca uma perigosa e rápida elevação na temperatura de pessoas sob anestesia geral.

Alguns defeitos genéticos que os porcos partilham com os humanos podem estar associados a condições tão variadas quanto o mal de Alzheimer, diabetes, dislexia, obesidade e mal de Parkinson, disseram os pesquisadores.

"Ao todo, encontramos 112 posições onde a proteína suína tem o mesmo aminoácido que está implicado numa doença em humanos", diz o estudo.

    Leia tudo sobre: genomagenéticasuínoporco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG