Virgin adia início de suas operações de turismo espacial

Dono da empresa disse nesta quarta-feira que início das viagens suborbitais acontecerá daqui a no mínimo um ano

iG São Paulo | - Atualizada às

Virgin Galactic
SpaceShipTwo, da Virgin, sobrevoa o deserto de Mojave na Califórnia: início indefinido

O bilionário britânico Richard Branson disse hoje na Polônia que seu projeto de turismo espacial está sofrendo sucessivos adiamentos e afirmou não saber a data exata da primeira viagem.

O dono da Virgin Galactic disse que serão necessários mais 12 ou 18 meses para que a empresa comece a oferecer voos suborbitais a turistas espaciais.

O fundador esteve no país pela primeira vez nesta quarta-feira (24), onde se encontrou com estudantes para lançar seu projeto de empreendedorismo, a Virgin Academy.

Leia também:
Virgin quer realizar teste de nave espacial neste ano
Richard Branson inaugura aeroporto espacial comercial nos EUA
Estudo dos EUA prevê mais demanda por voos espaciais comerciais
Fabricante de espaçonave abre loja na Flórida

Quando indagado sobre a Virgin Galactic, Branson disse que "parou de contar os dias" para o primeiro lançamento, porque ele está sempre sendo adiado "para o próximo ano."

Mais de 100 pessoas se inscreveram para as viagens de duas horas, ao custo de 200 mil dólares (cerca de 405 mil reais), que as levarão a 100 quilômetros acima da superfície terrestre.

(Com informações da AP) 

    Leia tudo sobre: turismo espacialvoo suborbitalvirgin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG