Gatos e guepardos têm mesmo mecanismo para determinar cor dos pelos

Pesquisadores descobriram gene responsável pelo padrão malhado, de listras ou manchas dos felinos

iG São Paulo | - Atualizada às

Carters
Cientistas descobriram gene responsável pelo padrão da pelagem dos guepardos (foto) e dos gatos domésticos

Gatos domésticos e guepardos dividem o mesmo mecanismo biológico responsável pelo padrão dos pelos. Cientistas descobriram que o gene responsável pelo padrão dos pelos pintado dos guepardos resulta na pelagem malhada nos gatos domésticos. Na verdade, ele é um de vários genes que colaboram para criar a pelagem característica de um felino.

Os pesquisadores descobriram que felinos com listras finas apresentam uma cópia ativa deste gene. Mas se uma mutação desliga este gene, o felino acaba tendo como padra de pelagem as “clássicas” manchas.

Equipe internacional de pesquisadores, que inclui a participação de brasileiros, mostrou que ocorrem mudanças significativas no padrão de pelagem quando estes genes são ativados ou bloqueados. Por causa disso, o gato doméstico tem o pelo malhado em vez de apresentar listras ordenadas, e os guepardos normalmente pintados, apresentariam listras escuras.

Leia mais:
Conheça os campeões olímpicos do reino animal
Gatos também sofrem por estresse
Para beber água, gatos desafiam a gravidade

Os pesquisadores também descobriram que uma mutação no mesmo gene produz as manchas e as listras no raro guepado rei ao invés das pintas que a maior parte dos guepardos tem.

Os cientistas afirmam que nem todos os felinos seguem o padrão determinado pelo gene.Alguns grandes felinos adultos como leões africanos e leões da montanha têm como característica a falta de variação de cor, embora os filhotes sejam listrados. Além disso, as mutações são comuns em alguns gatos domésticos não-listrados, como o do Himalaia.

"Nós sabemos que há uma mutação no gene que suprime a formação do padrão em alguns felinos", disse Greg Barsh, da Universidade de Stanford e autor do estudo publicado no periódico científico Science. "Nós gostaríamos de investigar esse mecanismo também."

Leslie Lyons, uma geneticista de gatos que estuda traços de coloração do pelo dos animais na Universidade da Califórnia, em Davis, e que, mas não participou do estudo, concorda que a pesquisa identificou o gene dos pelos malhados. Porém, ela observou que mesmo com a descoberta, permanecem muitos mistérios sobre o mecanismo genético  que dá pintas aos pelos. "Os felinos ainda não revelaram todos os seus mistérios", disse à Associated Press.

(Com informações da AP) 

    Leia tudo sobre: felinosgatosanimaisgenética

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG