Filhote de urso panda nasce em zoológico de Washington

Ursa Panda Mei Xeing consegui dar à luz após apresentar cinco vezes sintomas de gravidez psicológica

iG São Paulo |

Uma panda gigante do Zoológico Smithsonian's de Washington deu à luz, pela segunda vez, após anos de tentativas frustradas. O fato foi muito comemorado tendo em vista que é raro o nascimento de filhotes da espécie em cativeiro e também porque cientistas do zoológico já haviam desistido das possibilidades de Mei Xiang engravidar outra vez.

O filhote nasceu ontem (16) e segundo a veterinária-chefe Suzan Murray, Mei Xiang está alimentando bem o ursinho panda, embora esteja muito cansada. A direção do zoo acredita que só há uma cria, mas só no fim do dia será possível saber se a panda teve gêmeos.

Leia mais:
Análise de hormônios explica dificuldade para reprodução dos pandas
Fim do mistério sobre sexo de urso panda nascido em zoológico americano
Morre na Alemanha panda macho 'mais velho do mundo'
Panda de zoológico americano está com gravidez psicológica

AP
Em foto tirada em dezembro de 2011, Mei Xiang come o café-da-manhã no zoológico de Washington

O nascimento de um urso panda em cativeiro é algo muito raro, pois não só as fêmeas, mas os pandas gigantes machos também apresentam sazonalidade reprodutiva num período de acasalamento muito curto.

Mei Xiang deu à luz ao seu primeiro filhote, chamado Tai Shan, em 2005. Mais tarde, em 2007, foram feitas sucessivas tentativas de inseminação artificial. Mei Xiang apresentou sintomas de gravidez psicológica  em cinco ocasiões. Ela tinha alteração comportamental, passando a comer menos e ficava mais tempo no recanto criando um ninho com objetos.

Os pandas são uma espécie em risco de extinção e há menos de 1.600 exemplares em liberdade na China e 300 em cativeiro no mundo.


(Com informações da AP e da AFP) 

    Leia tudo sobre: euachinaanimais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG