Curiosity inicia exploração de Marte

Jipe-robô da Nasa no planeta vermelho começou passeio à região de Glenelg, onde perfurará solo marciano pela primeira vez

AFP | - Atualizada às

AFP

O veículo-robô Curiosity, da Nasa, iniciou a primeira grande exploração da superfície de Marte, enquanto se preparava para iniciar trabalhos científicos, informou nesta quarta-feira (29) a agência espacial americana.

Espera-se que o robô, de US$ 2,5 bilhões, que pousou em 6 de agosto na Cratera Gale, dirija-se para o leste do planeta vermelho até um local onde deve utilizar sua broca pela primeira vez e perfurar a rocha marciana.

Na terça-feira (28), o veículo moveu-se 16 metros, seu terceiro deslocamento, mais longo do que os dois primeiros combinados, posicionando-se para examinar a área.

Em uma atualização da missão, a Nasa informou que o Curiosity fará uma pausa de cerca de um dia antes de voltar a se deslocar para o leste de Marte.

Infográfico: A tecnologia do Curiosity 

"Este percurso realmente inicia nossa jornada rumo ao primeiro grande destino, (a região de) Glenelg", explicou o gerente da missão, Arthur Amador, do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, em Pasadena, Califórnia.

"É ótimo ver solo marciano em nossas rodas. O deslocamento foi muito bem, conforme planejaram os desenvolvedores do robô", acrescentou.

Glenelg é uma região onde se encontram três tipos de terreno e os especialistas da Nasa esperam que o Curiosity encontre ali a primeira rocha para perfuração e análise.

Veja a cobertura completa:
Curiosity transmite de Marte música inédita do rapper do Black Eyed Peas
Curiosity faz transmissão inédita e histórica a partir de outro planeta
Engenheiros da Nasa trabalham em horário de Marte
Curiosity estreia seu laser
Instrumentos do Curiosity começam a funcionar
Curiosity pousa com sucesso em Marte
Veja outras imagens de Marte
Veja as imagens que o Curiosity já mandou
'Jeitinho brasileiro me ajudou', diz executivo de missão da Nasa
Missão revela galã de moicano da Nasa 

"Estamos a caminho, embora Glenelg ainda esteja distante muitas semanas", disse o cientista do Curiosity, John Grotzinger. "Planejamos parar por apenas um dia no local aonde chegamos, mas na próxima semana faremos uma parada maior", acrescentou.

Durante esta parada mais longa, especialistas da Nasa planejam testar o braço mecânico e os instrumentos na extremidade do braço do Curiosity.

Na pausa desta quarta-feira, o robô tirou fotografias de seu último destino , os declives do vizinho Monte Sharp.

O robô usará estas fotos e imagens captadas do local de pouso para gerar informação tridimensional sobre a paisagem a fim de ajudá-lo a decidir o caminho a seguir em direção à montanha.

Na terça-feira, o Curiosity transmitiu para a Terra a primeira canção emitida da superfície marciana .

"Reach for the Stars", uma composição do músico americano ganhador do Grammy Will.i.am, foi transmitida para a Terra como parte dos esforços para despertar nos jovens o interesse pela ciência.

    Leia tudo sobre: martecuriositynasaespaço

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG