"Foi um grande momento", informou engenheiro-chefe de testes e operações do robô

EFE


O robô Curiosity , que aterrissou há duas semanas em Marte, movimentou seu braço robótico pela primeira vez desde que foi lançado pela Nasa, em novembro de 2011. O braço, de 2,1 metros de comprimento, inclui uma câmera, uma broca e um espectrômetro, e foi desenvolvido para recolher amostras de pó de rocha e terra através de um mecanismo especial. Veja todos os equipamentos do Curiosity no infográfico abaixo:

Leia também:
Robô Curiosity utiliza laser em rocha de Marte pela primeira vez
Instrumentos do Curiosity começam a funcionar
Curiosity pousa com sucesso em Marte
Veja outras imagens de Marte
Veja as imagens que o Curiosity já mandou
'Jeitinho brasileiro me ajudou', diz executivo de missão da Nasa
Nasa divulga vídeo do pouso do Curiosity em Marte
Missão revela galã de moicano da Nasa 
Músicas de Beatles e The Doors são tocadas para acordar robô em Marte

O engenheiro-chefe de testes e operações do braço robótico do Curiosity, Matt Robinson, assinalou em comunicado que ver a manobra "foi um grande momento". Sua equipe usou as duas primeiras semanas para testar outras partes do robô antes de chegar a vez do braço mecânico. Trata-se de uma peça-chave para recolher amostras e levá-las aos instrumentos de análise instalados no robô.

Os cientistas têm agora de calibrar os movimentos antes de o veículo explorador juntar as primeiras amostras. A manobra feita nesta segunda-feira serviu para testar os motores e comprovar que as juntas do braço se estendem e se contraem corretamente. "Tudo funcionou de acordo com o planejamento", informou Louise Jandura, engenheira-chefe do sistema de amostras do Curiosity, antes de assinalar que a telemetria das imagens recebidas "confirmam que o braço foi às posições indicadas".

Os cientistas da Nasa esperam que o veículo explorador realize sua primeira excursão já nesta semana e devem utilizar o sistema de recolhimento de amostras nas próximas semanas. O Curiosity aterrissou há duas semanas na cratera Gale equipado com dez instrumentos de alta tecnologia para iniciar uma missão de dois anos na qual tentará determinar se há ou já houve condições ambientais necessárias para a vida microbiana.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.