Obama: "Se contatarem marcianos me avisem imediatamente"

Presidente dos Estados Unidos parabenizou a equipe da Nasa responsável pelo jipe-robô Curiosity, que chegou a Marte na semana passada

EFE |

EFE

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, parabenizou nesta segunda-feira (13) a equipe da Nasa responsável pelo robô explorador Curiosity que aterrissou com sucesso há uma semana em Marte e brincou com seu diretor pedindo que, caso contatem marcianos, avisem-no "imediatamente".

Em telefonema ao Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa em Pasadena (Califórnia) Obama destacou o árduo trabalho realizado durante anos por engenheiros, cientistas e por toda a equipe da Nasa para que o Curiosity, que explorará durante dois anos o planeta vermelho, tenha se tornado realidade.

"Não podíamos estar mais emocionados com o que fizeram" disse o presidente que garantiu que "com sua conquista, personificaram o espírito americano e que sua paixão e seu compromisso farão a diferença".

O líder agradeceu à equipe, reunida no centro de controle, por ter tornado possível a missão que considerou um símbolo do compromisso dos EUA com o progresso e a inovação no espaço, e antes de concluir fez um pedido: "Se contatarem marcianos, por favor, me avisem imediatamente", disse rindo.

Entre risos dos engenheiros, Obama, em plena campanha para as eleições de novembro, garantiu que tem muito trabalho "mas posso garantir que (falar com um marciano) seria a tarefa número um em minha lista, inclusive se for microscópico seria muito emocionante".

Veja também:
Curiosity pousa com sucesso em Marte
Veja outras imagens de Marte
'Jeitinho brasileiro me ajudou', diz executivo de missão da Nasa
Nasa divulga vídeo do pouso do Curiosity em Marte
Curiosity manda novas fotos de Marte
Curiosity: em busca dos elementos da vida em Marte

Obama agradeceu aos parceiros internacionais (Espanha, Rússia, França, Alemanha, Itália, Canadá e Japão) por sua contribuição para equipar o Curiosity com os instrumentos tecnológicos mais avançados para que possa concluir sua missão.

O robô aterrissou na madrugada da segunda-feira passada (6) na cratera Gale, de onde começou a enviar fotografias preto e branco e coloridas da superfície marciana, e durante dois anos recolherá provas para tentar detectar se alguma vez houve vida em Marte ou se há condições para que exista.

Obama destacou que a complicada manobra de aterrissagem capturou a atenção e a imaginação de milhões de pessoas "não só de nosso país, mas de todo o mundo". "É admirável o que fizeram". O mandatário destacou que as descobertas do Curiosity darão material para novas pesquisas e futuras viagens a Marte. "Outro dia alguém me perguntou se tinham encontrado marcianos e eu disse que ainda tinham que dar algum tempo", brincou.

Obama também fez referência ao penteado de um dos diretores de voo da missão, Bobak Ferdowsi, que ficou popular nos últimos dias pelo corte de cabelo moicano que exibiu durante a aterrissagem de Curiosity. "Eu também tinha pensado em fazer um moicano mas minha equipe me desaconselhou", disse o presidente, arrancando de novo outra gargalhada da equipe. Em seguida emendou: "os cientistas da Nasa estão muito mais modernos do que costumavam ser".

O diretor do JPL Charles Elachi agradeceu pelo telefonema do chefe de Estado e desejou que a aterrissagem do Curiosity tenha inspirado milhões de crianças e jovens a seguirem os passos da ciência.

Veja as fotos que já foram enviadas de Marte pelo Curiosity:


    Leia tudo sobre: curiositymartenasa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG