Navio mercante britânico afundado por um submarino alemão transportava mais de 43 toneladas de prata

AFP

Lingotes de prata encontrados no cargueiro
AP
Lingotes de prata encontrados no cargueiro "Gairsoppa", no fundo do Atlântico Norte

A empresa americana Odyssey, especializada na recuperação de tesouros, anunciou nesta quinta-feira ter descoberto um alto valor em prata a bordo de um navio mercante britânico afundado por um submarino alemão durante a Segunda Guerra Mundial.

A Odyssey afirma ter retirado do "Gairsoppa", que se encontra a 4.700 metros de profundidade no Atlântico Norte, a sudoeste da Irlanda, mais de 43 toneladas de prata.

Os 1.203 lingotes de prata foram levados a um local seguro no sul da Grã-Bretanha, informou a empresa com sede em Tampa, Flórida. A Odyssey não divulgou o valor do tesouro, mas ao preço atual da prata estaria em torno de 38 milhões de dólares.

Leia mais:
Tecnologia recupera naufrágio
Nova geração de robôs abre mundo de recuperação de naufrágios

O "Gairsoppa" foi afundado quando navegava de Calcutá para Londres, em fevereiro de 1941, e a prata retirada até o momento representa apenas "20% do total que o cargueiro transportava", segundo a Odyssey, que prosseguirá com suas operações no navio até o final de setembro.

O contrato firmado com o governo britânico concede à Odyssey 80% do valor de carga de prata do Gairsoppa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.