Forte chuva revela 'cemitério' pré-histórico de mamutes na Sérvia

Ossos foram encontrados em uma mina de carvão em Kostolac, a leste de Belgrado, e devem pertencer a animais peludos

BBC |

BBC

Arqueólogos dizem ter descoberto um cemitério de mamutes na Sérvia, que contém os restos mortais de pelo menos cinco dos animais pré-históricos. Os ossos foram encontrados em uma mina de carvão em Kostolac, a leste de Belgrado, após uma forte chuva.

Evolução: Extinção do mamute lanoso se deu por fatores humanos e naturais

O diretor do Parque arqueológico Viminacium, Miomir Korac, diz que há milhões de fragmentos de mamute no mundo, normalmente encontrados em locais de construção, mas é raro que eles estejam tão acessíveis. Segundo ele, a nova descoberta pode revelar segredos que nunca foram decifrados antes.

Assista ao vídeo:

Em 2009, um esqueleto em ótimas condições foi encontrado na mesma região. Vika, como a fêmea de mamute foi batizada, pode ter até 1 milhão de anos e pertencia a uma espécie sem pelo.

Os ossos que acabam de ser descobertos na mina de carvão provavelmente pertencem a mamutes peludos, que teriam desaparecido do planeta há cerca de 10 mil anos.

A especialista em mamutes do Museu de História Natural, Sanja Alaburic, diz que a descoberta é interessante devido ao grande número de ossos encontrados em um mesmo local. Segundo ela, mais restos devem aparecer quando a escavação avançar.

Túmulos da era romana também foram encontrados durante a exploração do cemitério de mamutes. Os arqueólogos sérvios disseram ter contactado especialistas na França e na Alemanha sobre as descobertas, mas ainda serão necessários muitos meses de trabalho até que todos os ossos sejam revelados

    Leia tudo sobre: mamutesérviafóssilbelgradoossos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG