Equipe da Nasa treina em base subaquática para viagem a asteroide

Integrantes vão permanecer doze dias no laboratório submarino Aquarius,  situado a 18 metros abaixo do nível do mar

EFE |

EFE

EFE
Treinamento especial: Equipe permanece submersa em base na Flórida

Uma equipe da Nasa permanece submersa em uma base subaquática localizada no arquipélago de Florida Keys. O local recria as condições espaciais, com o objetivo de treinar uma viagem tripulada a um asteroide em 2025.

Segundo um comunicado desta quarta-feira (13) pela Nasa, os integrantes da equipe já estão há dois dias sob a água e continuarão assim por um total de doze dias. Suas atividades podem ser acompanhadas através do site da Nasa em tempo real , assim como por meio do Twitter .

A Missão de Operações em Ambientes Extremos (Neemo, na sigla em inglês), composta por cientistas, astronautas e engenheiros, ocorre no laboratório submarino Aquarius, o único no mundo com essas características, segundo a Nasa.

Leia mais:
Nasa retira astronautas de estação submersa por causa de furacão
Empresa quer extrair metais preciosos de asteroides
Sonda espacial da Nasa se aproxima de asteroide gigante

O submarino está situado a 18 metros sob o nível do mar em Key Largo, no extremo sul da Flórida, cerca de seis quilômetros do litoral, e por ele já passaram, com esta, 16 equipes de astronautas para treinar em condições similares às espaciais. 


"A operação proporciona uma convincente analogia com as explorações espaciais e os membros da tripulação de Neemo experimentam alguns dos mesmos trabalhos e desafios sob a água que teriam no espaço", explica a Nasa em seu site.

Este ano, a expedição simula uma missão a um asteroide, algo previsto para ser feito em 2025, e se concentra em três áreas de estudo: as demoras na comunicação, as técnicas de limitação e translação, e a dimensão ótima da tripulação.

A tripulação tem membros dos Estados Unidos e das agências espaciais da Europa e Japão. A Nasa treinou desde 2001 astronautas nesta base subaquática na Flórida, que oferece condições de isolamento e gravidade excepcionais. Os resultados destas pesquisas no laboratório subaquático têm o objetivo de ajudar a Nasa a preparar a futura missão tripulada a um asteroide. 

    Leia tudo sobre: nasaespaçoasteroide

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG