Atração turística é um dos poucos lugares no mundo que permite que visitantes toquem nos felinos

O primeiro tigre chegou ao templo budista Wat Pa Luangta Bua Yannasampranno, na Tailândia, em 1999. Moradores da região encontraram um filhote órfão, que perdeu os pais por causa da caça furtiva na fronteira entre Tailândia e Birmânia. O Abade Chan criou um santuário para os tigres que se tornou uma grande atração turística e um dos poucos lugares no mundo que permite que os visitantes toquem nos tigres. Os treinadores afirmam que os felinos são criados no santuário desde filhotes e são treinados para não mostrar o comportamento agressivo.

Leia mais:
Zoo argentino causa polêmica ao permitir entrada em jaulas de tigre
“Eu não deixaria minha mãe entrar naquela jaula”, afirma especialista

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.