Nasa envia galinha de borracha ao espaço para estudar radiação solar

Experimento, apelidado de Camilla, atingiu a estratosfera, a 40 km de altitude

iG São Paulo |

Reuters/Nasa
Galinha de borracha no espaço: experimento atingiu a estratosfera para que pesquisadores pudessem analisar os efeitos da radiação solar



Imagem divulgada pela agência espacial americana mostra uma galinha de borracha a 38 mil metros de altura. Apelidada de Camilla, a galinha de borracha é a mascote do centro da Nasa que estuda o Sol, o Solar Dynamics Observatory, e faz parte de um experimento que vai estudar os efeitos da radiação solar.

Camilla foi enviada ao espaço durante a tempestade solar do mês passado . Um grupo de estudantes chamado "Earth to Sky" de Bishop, na Califórnia (EUA), lançou um balão de hélio, que conduziu a galinha de borracha até cerca de 40 km de altitude.

Leia mais:
Cientistas criam métodos de detecção de atividade solar
Calmaria no Sol: manchas solares devem desaparecer em 2020
Tempestades solares podem causar catástrofes mundiais
Cientistas confirmam que campo magnético da Terra é vital para atmosfera

Camilla atingiu a estratosfera, juntamente sensores de radiação, câmeras, rastreadores GPS. O voo durou duas horas e meia e chegou a cerca de 40 km de altitude até que o balão de hélio estourasse , paraquedas fossem acionados e a galinha de borracha pudesse voltar ao solo com segurança.

Veja o vídeo:

Caso não consiga ver o vídeo, clique para assistir na TV iG:

Nasa envia galinha de borracha ao espaço

    Leia tudo sobre: nasaespaçoradição solar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG