Biblioteca online exibe peixe que quase fez Newton naufragar

Gravura integra livro revolucionário e caro, que quase levou a Royal Society à falência e a não publicação do estudo de Newton

AFP |

AFP
A gravura do peixe voador, publicada em 1686, agora pode ser vista na internet
Um desenho de 300 anos de um peixe voador que quase fez naufragar a revolucionária obra de Isaac Newton sobre a física moderna será exibido na edição online da biblioteca da Royal Society, a academia de ciências britânica, lançada nesta quinta-feira.

A gravura foi publicada pela primeira vez em 1686 em um livro ricamente ilustrado intitulado "History of Fishes", de John Ray e Francis Willughby, informou a prestigiosa academia científica.

Leia mais:
Royal Society divulga segredos da revolução científica na internet
Caminhadas destacam macieira de Newton e outras árvores milenares
Rivalidades e trapaças no laboratório
Robert Boyle, o homem que se antecipou aos avanços científicos

O trabalho foi revolucionário, mas imprimi-lo quase levou a instituição à falência.

"Isto significou que a sociedade foi incapaz de cumprir sua promessa de apoiar a publicação da obra-prima de Isaac Newton", destacou a Royal Society.

A obra de Newton, "Princípios Matemáticos da Filosofia Natural" (Philosophiae Naturalis Principia Mathematica) estabelece os princípios das leis do movimento e da gravidade.

Felizmente, o colega cientista Edmund Halley, então gerente da Royal Society, viu o caráter promissor do trabalho de Newton e angariou recursos para que fosse publicado em 1687.

A biblioteca online disponibilizará mais de 1.000 imagens dos arquivos da instituição científica mais antiga do mundo.

    Leia tudo sobre: newtonfísicaRoyal Society

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG