Sem energia, moradores de Branquinha perdem o jogo do Brasil

Cidade alagoana foi uma das mais devastadas pelas chuvas que atingiram a região na última semana e segue sem energia elétrica

iG São Paulo |

Na primeira Copa Multimídia , centenas de brasileiros não puderam nesta sexta-feira acompanhar o jogo do Brasil contra Portugal nem mesmo pelo rádio. Sem energia, moradores do município de Branquinha, em Alagoas, um dos mais devastados pelas chuvas que atingiram a região na última semana, contentaram-se em vestir a camisa do Brasil e jogar uma "pelada" enquanto a seleção encarava os 90 minutos contra os portugueses.

AE
Sem energia elétrica no município de Branquinha (Alagoas), crianças brincam entre destroços durante o jogo da seleção, nesta sexta-feira
Poucos, que ainda tinham pilhas, ouviram pelo radinho a narração de um jogo amargo, em que o Brasil apenas empatou em um zero a zero . Foi o caso de Aguinaldo Alves da Silva, de 38 anos. Vestido com a camisa do Brasil, o alagoano deixou de lado os trabalhos de limpeza e remoção de escombros para acompanhar a seleção.

Assim também foi nas outras duas cidades, São José da Lage e Ibateguara, que a exemplo de Branquinha seguem sem energia. De acordo com o presidente da Eletrobras Distribuição Alagoas, Pedro Carlos Hosken, são pelo menos 30 mil pessoas afetadas.

Hosken explica que falta restabelecer a transmissão em um trecho de 300 metros na travessia do Rio Mundaú para que a energia chegue a essas cidades. “Estamos terminando de fazer essa linha, que é critica para nós. Estamos com toda a equipe trabalhando para energizar esse trecho”, disse.

Em União dos Palmares, Elivaldo Alves Feitosa, de 26 anos, teve mais sorte. Lá tem energia e ele conseguiu, apesar da enxurrada que varreu a cidade no último fim de semana, salvar o televisor. Feitosa conta que pegou a TV momentos antes da chuva destruir a sua casa. Nesta sexta-feira, no alojamento da Escola Estadual Monsenhor Clóvis Duarte de Barros, onde está agora, esqueceu tudo para ver o futebol da seleção de Dunga.

AE
Elivaldo Alves Feitosa, assiste ao jogo entre Brasil e Portugal no televisor que conseguiu salvar momentos antes da chuva destruir sua casa (União dos Palmares-AL)
Mortes e destruição

Último balanço da Defesa Civil mostra que 35 pessoas morreram por causa das chuvas em Alagoas. Somadas às 17 vítimas de Pernambuco, o Nordeste registra um total de 52 mortos . Segundo a Defesa Civil, cerca de 50 pessoas ainda estariam desaparecidas.

    Leia tudo sobre: Copa do MundoAlagoaschuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG