Força Nacional é acionada para evitar saques em cidades alagoanas

Setenta e sete militares vão reforçar a segurança das cidades atingidas pelas chuvas dos últimos dias

iG São Paulo |

O secretário de Defesa Social de Alagoas, Paulo Rubim, confirmou nesta quinta-feira a chegada de 77 homens da Força Nacional para reforçar a segurança das cidades atingidas pelas chuvas dos últimos dias. São 40 policiais militares e 37 bombeiros que irão ajudar no policiamento das rodovias e realizar rondas nas cidades mais devastadas do Estado.

O Ministério da Justiça informou que os policiais têm como principal objetivo evitar saques nas cidades destruídas. Já o time de bombeiros tem larga experiência de trabalho em águas turvas para ajudar na localização e no resgate das vítimas da enchente. Foram cedidos dois helicópteros para Alagoas – um da própria Força Nacional e outro do governo da Bahia. Pernambuco, outro estado castigado pelas fortes chuvas, também recebeu o reforço de dois aparelhos, cedidos pelo governo maranhense e pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

A Marinha também está apoiando a ação com barcos e helicópteros e a Aeronáutica, que não está mais no resgate aéreo, garante o transporte de pessoal e de mantimentos.

O reforço ao setor da segurança pública, para manter a ordem e evitar saques, foi prometido pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, quando sobrevoou esta semana as áreas atingidas pelas chuvas, ao lado do comandante do exército brasileiro, general Enzo Martins.

Jobim se impressionou com a destruição que os temporais provocaram nas cidades ribeirinhas ao rio Mundaú, na Zona da Mata de Alagoas. Na ocasião, o ministro disse as forças armadas estavam à disposição para ajudar as vítimas das enchentes em Alagoas e em Pernambuco.

Nesta quinta-feira, a Defesa Civil de Alagoas divulgou um novo balanço dos desaparecidos que aponta uma redução. Segundo o levantamento da equipe de Avaliação de Danos (Avadan), falta encontrar 135 pessoas no Estado. Esse número chegou a passar dos 600.

As enchentes causadas pelas chuvas que caem desde a semana passada em Pernambuco e Alagoas já deixaram 46 mortos . Quase 100 mil tiveram que deixar suas casas e o número de desaparecidos passa de 1,5 mil.

* Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: chuvasAlagoasNordeste

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG