Contratos para reconstruir escolas devem ficar prontos fim do mês

Segundo ministro da Educação, serão usados métodos alternativos para reconstruir escolas de Alagoas e Perbambuco

Agência Brasil |

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse hoje (9) que até o fim do mês devem estar prontos os contratos para a reconstrução das escolas públicas de Alagoas e Pernambuco destruídas pela chuva.

Em entrevista ao programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, em parceria com a EBC Serviços, ele explicou que serão usados métodos alternativos para que as escolas sejam construídas rapidamente. Com isso, a unidade poderá estar pronta em 60 dias e o ano letivo não ficará prejudicado.

Segundo Haddad, os dois estados vão trabalhar juntos na reconstrução dos municípios afetados por enchentes. Um documento deverá ser enviado hoje (9) ao governo federal com as áreas prioritárias de atuação, segundo informações do governo de Pernambuco.

Entre as prioridades dos estados então a construção de casas e de estruturas públicas, como estradas, postos de saúde e escolas. Os governadores de Pernambuco, Eduardo Campos, e de Alagoas, Teotônio Vilela Filho, vão pedir o mapeamento das áreas onde não podem ser construídos imóveis e cobrar a abertura de uma linha de crédito no valor de R$ 1 bilhão, anunciada pelo governo federal, para comerciantes e microempresários.

Para garantir rapidez na entrega das casas, os governos decidiram pagar o empréstimo que seria de responsabilidade das famílias. As moradias vão ser construídas pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Os R$ 50,00 mensais que as famílias deveriam pagar serão assumidos pelos governos dos estados. Os recursos para a ação virão do Fundo de Combate à Pobreza.

Os governadores receberam ontem (8) o secretário executivo do Ministério da Educação, Henrique Paim, e o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Daniel Balaban. Na reunião ficou acertado que o Ministério da Educação vai repassar diretamente aos estados R$ 220 milhões para obras de reconstrução e reforma das escolas.

    Leia tudo sobre: chuvasnordeste

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG