Chuvas deixam Recife em alerta máximo

Segundo o Corpo de Bombeiros seis pessoas morreram e um bebê está desaparecido

iG São Paulo |

A forte chuva que atingiu a capital pernambucana ontem havia deixado, até as 5h30 de hoje um saldo de seis pessoas mortas e um bebê desaparecido segundo o Corpo de Bombeiros.

Duas casas, construídas em locais de risco, foram atingidas por deslizamentos de terra. Em um deles, às 21h30, junto ao Córrego do Sargento, na Linha do Tiro, na zona norte da cidade, morreram as irmãs Cristiane de Andrade Costa, de 12 anos; Luana Marques da Fonseca, 5; e Eduarda de Andrade Costa, 3. Os pais dela estavam desaparecidos, mas foram retirados dos escombros já mortos.

O primeiro deslizamento ocorreu às 17h15, na Rua Tancredo Neves, no bairro Dois Unidos, pai e filho foram soterrados. A criança, de 7 meses de idade, continua sob os escombros, mas o pai dela, segundo os bombeiros, ao ser encontrado, já estava morto.

Interior - Às 3h45 várias equipes dos bombeiros foram acionados para a cidade de Catende (PE), a 140 quilômetros da capital, onde, segundo a corporação, outro deslizamento havia deixado mais vítimas. Até as 5h30 os bombeiros não sabiam informar mais detalhes.

Em caso de emergência, o cidadão deve ligar para o telefone da Coordenadoria de Defesa Civil do Recife (Codecir): 0800-081-3400. O serviço funciona 24 horas.

AE
Bombeiros trabalham no resgate de bebê de sete meses que teria sido soterrado depois do deslizamento de uma barreira no bairro de Dois Unidos, zona norte da cidade

AE
Ruas do bairro Peixinhos ficaram completamente alagadas nesta quinta-feira

 * Com informações do site da prefeitura do Recife

    Leia tudo sobre: recifechuvasalerta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG