Cerca de 50 são presos por roubo de mantimento em Alagoas

Socorro às vítimas deve receber reforços da Força Nacional para ajudar a conter saques

AE |

Cerca de 50 pessoas já foram presas em Alagoas suspeitas de terem roubado mantimentos e outros produtos na região afetada pelas enchentes. A expectativa é de que, a partir deste final de semana, o socorro às vítimas receberá o reforço de 40 soldados da Força Nacional de Segurança, que podem ajudar a conter os saques que acontecem nos mercados locais. As Forças Armadas informaram que já mobilizaram um contingente de 1,7 militares e mantêm outros três mil na reserva preparados para atuar se for necessário.

Até esta tarde, o número de mortos por causa de chuvas chega a 52 em Alagoas e Pernambuco . O número de desabrigados e desalojados nos dois Estados é de aproximadamente 160 mil, segundo a Defesa Civil de cada região. O levantamento dos prejuízos materiais também permanece crescente. O total de municípios afetados pelas enchentes já é de 95. Desse total, 24 estão em estado de calamidade pública e 30, em situação de emergência.

O total de quilômetros de estradas danificadas quase dobrou, pulando de 2.295 para 4.334, de acordo com dados do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Houve comprometimento em pelo menos 132 pontes. Em Pernambuco, calcula-se que 12 mil imóveis foram destruídos. Em Alagoas, este número já ultrapassa 20 mil.

O superintendente do DNIT, Luís Antônio Pagot, anunciou que em 15 dias, o tráfego de ônibus e veículos leves deverá ser liberado na BR-101 Sul. A rodovia, principal ligação entre os estados de Pernambuco e Alagoas, foi muito danificada pelas chuvas, incluindo alguns trechos onde as obras de duplicação estavam avançadas.

    Leia tudo sobre: chuvasalagoasmortosdestruiçãosaques

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG