Ouvi estrondo antes do deslizamento , diz vizinha do Morro do Bumba - Chuva no Rio - iG" /

Ouvi estrondo antes do deslizamento , diz vizinha do Morro do Bumba

A cabeleireira Luciana Guimarães, de 39 anos, contou nesta sexta-feira que, instantes antes deslizamento de terra registrado na noite de quarta-feira no Morro do Bumba, em Niterói, ouviu uma explosão.

Robson Abreu, iG Rio |


Arte iG

"Antes do deslizamento, ouvi um estrondo", disse. Luciana mora há 12 anos em frente ao morro. Dias antes do acidente, afirma que saía fumaça do chão, mas não sabe explicar o motivo. Não tinha cheiro, mas era fumaça.

Robson Abreu
Paulo Sérgio e Paulo Rico
Paulo Sérgio e Paulo Rico
No salão, onde trabalha, foi instatalada uma base provisória para outros dois moradores da região, que tiveram as entradas de casa bloqueadas pelos trabalhos dos bombeiros. Paulo Sérgio e Paulo Rico moram há mais de cinco anos na região e afirmam que perderam amigos na tragédia.

Solidariedade

Paulo Sérgio, pintor, de 39 anos, tem colaborado com os trabalhos de apoio às vítimas. A ajuda envolve desde distribuição de comida e colchões, até orientações aos bombeiros sobre as características do morro. Para ele, quem mais tem ajudado são as igrejas".

O segurança Paulo Rico, de 30 anos, diz que, logo após o deslizamento, chegou a ajudar os bombeiros a resgatar vítimas. Ainda assim, tem pouca esperança de encontrar sobreviventes debaixo dos escombros. "Só um milagre para encontrar gente com vida".

Resgate

Os trabalhos de buscas por vítimas do deslizamento de terra no Morro do Bumba, em Niterói. Desde quarta-feira à noite, 26 corpos foram resgatados. Mais de 190 pessoas morreram no Rio de Janeiro desde segunda-feira em consequência das chuvas que atingem o Estado.

24 horas de trabalho no Morro do Bumba


Dramas e relatos

Leia também:

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: rio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG