Ele tinha receio de ficar ali e a casa cair , diz bombeiro hidráulico que perdeu 5 parentes - Chuva no Rio - iG" /

Ele tinha receio de ficar ali e a casa cair , diz bombeiro hidráulico que perdeu 5 parentes

O bombeiro hidráulico Braulio da Costa, de 32 anos, afirmou que o irmão Mauricio de Oliveira Pinto, de 43 anos, temia pela vida da família que morava em uma casa no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, no Rio de Janeiro.

Bia Amorim, iG Rio de Janeiro |


Arte iG

"Ele tinha receio de ficar ali e a casa cair. Ele já estava vendo com a Defesa Civil um lugar que ele pudesse mudar com a família", disse Braulio.

Das sete pessoas que moravam na casa, cinco morreram vítimas do soterramento: o dono da casa, Mauricio, sua mulher, Vanda de Oliveira, 25 anos, e os filhos Tália de Oliveira Pinto, 3 anos, Vanieli de Oliveira Pinto, 6 anos, e Rafael de Oliveira Pinto, de 2 anos.

Fabrizia Granatieri
Braulio deixa o IML após aliberação dos corpor de cinco familiares
Segundo o Bráulio, todos que moravam na casa estavam dormindo na sala quando a casa desabou. Eles estavam lá porque estava com vazamento no quarto. Por volta de 1h20 eles escutaram um barulho na parte da cozinha e o Maurício pediu para que o filho mais velho abrisse a porta para todos saírem.

De acordo com o irmão de Maurício, só os dois filhos mais velhos, Telecio, de 11 anos, e Carlos Eduardo, de 8, conseguiram sair da casa. Nisso o pai abraçou as outras crianças e todos foram soterrados.

O filho mais velho, Telécio, quebrou o fêmur e está internado no Hospital do Andaraí. O enterro da família acontece nesta quarta-feira, no Cemitério do Caju.


Dramas e relatos

Leia também:

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: chuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG