¿Ninguém da Defesa Civil aparece mais por lá. Tem uma pedra enorme que está escorada, mas, se chover forte, ela vai descer e tem mais de 80 casas embaixo¿. Esse é o apelo de Carmen de Oliveira, de 29 anos, que perdeu a irmã em um deslizamento no Morro Azul, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Arte iG

Segundo Carmen, os corpos do cunhado e da filha dele ainda estão desaparecidos. Três casas foram soterradas lá. O imóvel da minha irmã foi um deles, conta, muito emocionada, na porta do Instituto Médico Legal, onde foi fazer o reconhecimento do corpo da parente.

Três viaturas dos bombeiros estão lá, com cerca de dez agentes. É muito pouco porque o lugar está muito perigoso. Se você olhar para o local do deslizamento, parece um vale. Nem dá para acreditar que tinha casa ali, relata.

Dramas e relatos

Leia também:

Leia mais sobre: chuvas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.