Sem comunicação, mãe de Isabella está no Fórum de Santana

À disposição da Justiça, Ana Carolina de Oliveira está no 2º andar do Fórum de Santana, na zona norte de São Paulo, onde acontece o julgamento de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. O casal é acusado de ter matado Isabella Nardoni.

Lecticia Maggi, iG São Paulo |


Clique aqui para ver o infográfico

A mãe da menina está impedida de falar com outras pessoas. Na segunda-feira, o juiz Mauricio Fossen aceitou o pedido da defesa dos Nardoni para que ela ficasse incomunicável e à disposição da Justiça.

Ana Carolina foi arrolada como testemunha da acusação e prestou depoimento por duas horas e trinta minutos na segunda-feira. Ela chorou várias vezes no interrogatório e emocionou o jurado.

A família da bancária criticou a decisão da Justiça de confinar Ana Carolina. "Querem calar a voz dela, mas a mãe dela está aqui fora para falar", disse Rosa Maria Cunha de Oliveira, mãe de Isabella.

"Ela precisa ter o luto dela. Há dois anos ela tenta enterrar a filha e não consegue. Agora é hora de ela fechar esse ciclo e enterrar a filha. E eles não dão esse direito. Eles mataram a minha neta e agora querem enterrar a minha filha", afirmou.

Roberto Podval, advogado de defesa do casal Nardoni, rebateu as críticas. "É desagradável, triste, constrangedor. Agora, a acusação trouxe [a mãe de Isabella] e sabia que eu podia pedir que ela ficasse à disposição da Justiça. Não posso colocar em risco a defesa dos réus , caso eu precise ouvi-la", afirmou Podval.

O julgamento do casal Nardoni entrou no 2º dia nesta terça-feira. Ele está sendo realizado no 3º andar do prédio do Fòrum de Santana. Hoje, são ouvidas as testemunhas de acusação .

A novelista Gloria Pérez, da TV Globo, acompanha o julgamento.

Leia mais sobre: caso Isabella

    Leia tudo sobre: nardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG