Saiba como foi o quarto dia de julgamento do caso Isabella Nardoni

Alexandre e Anna Carolina choram e negam as acusações contra eles; homem é agredido em frente ao fórum

iG São Paulo |

No quarto dia de julgamento, o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá deu a versão deles para a morte de Isabella Nardoni. Os dois choraram, negaram as acusações contra eles, criticaram o trabalho e comportamento da equipe policial que investigou o caso e chegaram a sensibilizar alguns jurados. Veja os principais momentos do quarto dia do julgamento do casal.

8h40 - Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá chegam ao Fórum de Santana. O julgamento entra em fase decisiva com o interrogatório dos réus e a fila de pessoas interessadas em assistir ao júri dobra em relação aos dias anteriores

10h45 - com atraso de uma hora e quarenta e cinco minutos, começa o interrogatório de Alexandre Nardoni, pai de Isabella. Durante depoimento, ele negou as acusações contra ele, chorou por três vezes e, irritado, confrontou o promotor Francisco Cembranelli. Alexandre ainda acusou a equipe policial de ter feito uma proposta para que ele assumisse o crime e destacou que tem medo que a família sofra retaliação.

13h - Homem é agredido por pessoas que estavam em frente ao Fórum de Santana à espera de uma senha para assistir ao júri. Polícia Militar diz ao iG que estuda reforçar a segurança no local nesta sexta-feira.

AE
Homem dorme em frente ao fórum para ver júri

16h30 - Começa o interrogatório de Anna Carolina Jatobá, madrastra de Isabella. Nervosa, ela chorou muito, negou as acusações contra ela e falava tão rápido, que o juiz Mauricio Fossen pediu para ela dar as declarações mais devagar. Durante depoimento, ela afirmou que tinha uma "boa relação" com Isabella.

20h - Em um depoimento marcado pela emoção, a madrasta de Isabella Nardoni, Anna Carolina Jatobá, termina o depoimento. Ela chorou diversas vezes e tentou convencer os jurados do amor que sentia pela enteada.

21h - Ao fim do depoimento, o juiz Maurício Fossen afirma que a mãe de Isabella Nardoni, Ana Carolina de Oliveira, foi dispensada pela manhã do confinamento devido ao alto nível de estresse.

    Leia tudo sobre: nardoniisabellacaso isabella nardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG