descontrolada e relata brigas do casal - Caso Isabella Nardoni - iG" /

Promotor diz que Anna Carolina Jatobá é descontrolada e relata brigas do casal

O promotor Francisco Cembranelli afirmou, nesta sexta-feira, durante a defesa de sua tese para a morte de Isabella Nardoni, que Anna Carolina Jatobá é descontrolada. Ela e Alexandre Nardoni são acusados da morte da menina e julgados desde segunda-feira, no Fórum de Santana, em São Paulo. A sentença do júri será anunciada na madrugada deste sábado.

Lecticia Maggi, iG São Paulo |


Clique aqui para ver o infográfico

"Ela [Anna Jatobá] é uma pessoa de rompantes. Quando ri, ri mesmo. Xinga, xinga mesmo. E agredia. Tanto que socou uma vidraça durante uma briga com o marido. Ana de Oliveira [mãe de Isabella] foi informada, até por dona Cida [mãe de Alexandre], que em uma briga causada porque Ana havia ligado para Alexandre, ela jogou o Cauã no berço, afirmou. Na plateia, a mãe de Anna Jatobá manteve-se séria, com olhos baixos, sentada ao lado de Antônio Nardoni, pai de Alexandre.

O ciúme que Anna Jatobá sentia por Isabella era claro, segundo o promotor. Uma vizinha relatou que ela viu em festas Anna Jatobá tirar Isabella do colo do marido porque queria atenção, afirmou, acrescentando que estes vizinhos não tinham qualquer inimizade com a família.

O promotor também disse que a madrasta de Isabella era depressiva e passava por momentos difíceis, tanto que procurou um médico que lhe receitou um calmante e um antidepressivo. Mas ela não tomou, acrescentou.

Brigas do casal

O promotor também destacou as brigas relatadas por vizinhos do casal em depoimento à polícia. Cembranelli afirmou que os dois brigavam constantemente, sendo que administradores do Edifício Vila Real, onde o casal morava antes de se mudar para o Edifício London, chegaram a procurá-los para reclamar das discussões. As brigas eram mais comuns ainda na sexta, sábado e domingo, quando Isabella estava com eles, disse. 

O promotor leu ainda um depoimento de um dos vizinhos que afirmou ter escutado Anna Carolina Jatobá dizendo que "Alexandre jamais ia se desvencilhar de Ana de Oliveira porque tinha um vínculo eterno por causa de Isabella". 

Já o outro vizinho afirmou, segundo relatado por Cembranelli, que Anna Jatobá só se referia à mãe de Isabella como aquela vagabunda que f...a minha vida e os xingamentos eram constantes na frente da menina e dos outros irmãos. Agora, senhores advogados, não me venham com balela que eles viviam bem que é duvidar da nossa inteligência, disse Cembranelli. Neste momento, Rosa Cunha de Oliveira, mãe de Ana Carolina, apoiou a cabeça nos braços do filho, que a acariciou. 

Cembranelli fez a defesa de sua tesa por duas horas e trinta minutos nesta sexta-feira. O casal é acusado de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima. Se condenados, a pena de Alexandre Nardoni será maior que a de Anna Carolina Jatobá, por ser um homicídio contra um descendente.

Veja outros trechos da tese de Cembranelli

Leia também:

Leia mais sobre: caso Nardoni

    Leia tudo sobre: nardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG