Justiça avalia recurso para anular júri do casal Nardoni

Primeiro pedido de anulação feito pelo advogado de defesa Roberto Podval foi negado pela Justiça

AE |

selo

Reprodução
Menina tinha 5 anos quando foi encontrada morta no terraço do Edifício London, em SP
O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) deve julgar nesta terça-feira o recurso da defesa do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá para tentar anular o júri que condenou os dois em março de 2010 pelo assassinato de Isabella Nardoni. O primeiro pedido de anulação feito pelo advogado de defesa Roberto Podval foi negado pela Justiça .

Eles foram condenados a 31 anos, 1 mês e 10 dias e a 26 anos e 8 meses de prisão, respectivamente, pela morte de Isabela, em 29 de março de 2008. O casal foi condenado por homicídio triplamente qualificado e fraude processual.

A menina tinha 5 anos quando foi encontrada morta no terraço do Edifício London. Ela foi jogada da janela do sexto andar do prédio. O casal está na Penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo. Alexandre e Anna negam o crime.

Confirma o especial do iG sobre o caso.

    Leia tudo sobre: isabellanardonijulgamentosão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG