Juiz nega novo julgamento para casal Nardoni

O juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri do Fórum de Santana, Maurício Fossen, negou o pedido de realização de um novo júri para o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, condenados a 31 e 26 anos de prisão, respectivamente, pelo assassinato de Isabella Nardoni, filha de Alexandre, ocorrido em 2008.

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

O juiz, no entanto, acatou o recurso de apelação feito pelos advogados do casal. Isso significa que Alexandre e Anna Carolina poderão recorrer ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), instância imediatamente superior à 2a Vara do Júri de Santana.

O casal vai apresentar suas alegações, o Ministério Público vai se pronunciar sobre elas e o processo será remetido ao TJ-SP. O caso será então distribuído para uma das turmas do tribunal que vai decidir sobre a manutenção da pena ou realização de um novo júri.

A decisão do juiz Fossen foi embasada na Lei 11.689/2008, segundo a qual fica proibida a realização de novo júri para condenados a penas superiores a 20 anos de prisão. A defesa do casal argumentou que o crime foi cometido três meses antes de a pena entrar em vigor e, portanto, Anna Carolina e Alexandre não estariam enquadrados na nova norma. O juiz, no entanto, defendeu a tese de que a lei tem caráter exclusivamente processual e se aplica no caso Nardoni.


O advogado de defesa do casal, Roberto Podval, não foi encontrado na noite desta terça-feira para comentar a decisão do juiz. 

    Leia tudo sobre: isabellanardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG