Defesa dispensa testemunhas e casal Nardoni será ouvido nesta quinta-feira

Todas as testemunhas de defesa do casal Nardoni que ainda seriam ouvidas foram dispensadas e o próximo passo do julgamento será o interrogatório dos réus Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pode acontecerá nesta quinta-feira. A intenção da defesa é não cansar os jurados. As únicas testemunhas de defesa interrogadas foram o jornalista Rogério Pagnan e o investigador Jair Stirbulov.

Lecticia Maggi, iG São Paulo |


Clique aqui para ver o infográfico

Nesta quarta-feira, em longo depoimento, que durou das 10h30 às 17h, com intervalo de uma hora para almoço, também foi ouvida a perita Rosângela Monteiro, do Instituto de Criminalistica. Ela afirmou que "Alexandre defenestrou Isabella" e que o sangue encontrado no apartamento em que ele morava, e de onde a menina foi jogada pela janela, era da criança. O julgamento de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, acusados da morte de Isabella, acontece desde segunda-feira no Fórum de Santana, na zona norte de São Paulo.

Após a fase dos depoimentos dos réus, será a vez dos debates entre a acusação e a defesa. Cada um terá o direito de falar por duas horas e meia. Se a promotoria quiser, poderá usar mais duas horas para réplica, o que automaticamente dará direito à defesa de usar o mesmo tempo para tréplica.

Terminado o debate, os jurados serão questionados pelo juiz se têm condição de julgar o caso ou se querem alguma explicação. Se o júri responder que há condição de julgar o caso, todos passarão à sala secreta e decidirão o destino do casal. A expectativa é que o julgamento dure até sexta-feira.

O casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá é acusado de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima.

Leia também:

Leia mais sobre: caso Nardoni

    Leia tudo sobre: isabella nardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG