Casal tenta comprar bebê por R$ 6 mil no Rio Grande do Sul

Caso foi revelado pela mãe . Durante a gestação, ela disse que estaria disposta a vender. Depois, desistiu e foi pressionada

Daniel Cassol, iG Rio Grande do Sul |

A Polícia Civil de Passo Fundo, município da região norte do Rio Grande do Sul, flagrou na tarde desta quarta-feira a tentativa de um casal gaúcho radicado na Bahia em tentar comprar um recém-nascido, de seis dias, pelo valor de R$ 6 mil. A própria mãe do bebê denunciou o caso, o segundo ocorrido em Passo Fundo nos últimos dias.

De acordo com o delegado substituto da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Gilberto Mutte Dumke, cinco pessoas foram detidas em uma praça da cidade enquanto tentavam realizar a compra. O casal, acompanhado por um advogado, contava com a ajuda de duas mulheres de Passo Fundo.

A própria mãe denunciou o caso. “Durante a gravidez, ela manifestou não saber se ficaria com a criança ou adotaria. Por meio de conhecidos, apareceram essas duas mulheres”, relata o delegado. Após o nascimento da criança, a mãe teria desistido da adoção, mas passou a ser pressionada. As duas intermediárias chegaram a ficar com os documentos da criança no hospital, após o nascimento.

É o segundo caso parecido ocorrido na cidade nos últimos dias. Na semana passada, a DPCA flagrou  um casal usuário de crack que estaria tentando vender um bebê de cinco meses por R$ 50, em razão do vício. A delegacia ainda não esclareceu as duas versões para o caso: a mulher que ficaria com a criança diz que deu o dinheiro para ajudar o casal. Já a mãe biológica diz que a criança foi entregue pelo companheiro, que não é pai do bebê, sem o seu consentimento.

Apesar da proximidade dos dois casos, o delegado diz que se trata apenas de coincidência. “São dois fatos bem distintos, com motivações diferentes”, garante.

    Leia tudo sobre: Rio Grande do SulPasso Fundocompra de bebê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG