"This Must Be The Place" leva o prêmio do júri ecumênico

Filme estrelado por Sean Penn fica com troféu; conheça também os vencedores do Queer Palm e Palm Dog

Mariane Morisawa, enviada especial a Cannes |

Divulgação
Sean Penn em cena de "This Must Be The Place": filme venceu o prêmio do júri ecumênico
"This Must Be The Place" , dirigido pelo italiano Paolo Sorrentino e estrelado por Sean Penn, foi o vencedor do troféu concedido pelo júri ecumênico do 64o Festival de Cannes . O filme fala da busca de um roqueiro de meia-idade pelo soldado nazista que humilhou seu pai. Duas menções especiais também foram concedidas, para “Le Havre” , de Aki Kaurismäki, e “ET Maintenant on Va Où?”, de Nadine Labaki.

Favorito leva prêmio de melhor cachorro

Deu a lógica: o vencedor do prêmio Palm Dog foi Uggy, o cachorro cheio de truques do filme “The Artist”, de Michel Hazanavicius. O terrier chamou a atenção por conseguir transmitir medo e fingir-se de morto muito convincentemente. Seus principais concorrentes eram o cachorro da família O’Brien, em “A Árvore da Vida” , de Terrence Malick, e Laika, de “Le Havre”, de Aki Kaurismäki.

“Skoonheid” ganha Queer Palm

O sul-africano “Skoonheid”, de Olivier Hermanus, participante da mostra Um Certo Olhar, foi vencedor da Queer Palm, para o melhor filme de temática homossexual do Festival de Cannes. Nele, François, marido dedicado e pai de duas filhas, apaixona-se pelo jovem Christian.

    Leia tudo sobre: Festival de Cannes 2011

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG