Tamara Drewe é comédia romântica nada boba

Novo trabalho do diretor Stephen Frears foi exibido fora de competição

Mariane Morisawa, enviada especial a Cannes |

Divulgação
A atriz inglesa Gemma Arterton, protagonista de Tamara Drewe
No meio de tantos filmes sobre violência, morte, guerra, é bom um refresco. É assim que pode ser considerado Tamara Drewe , de Stephen Frears, exibido fora de competição no 63º Festival de Cannes

A produção é uma comédia romântica nada boba estrelada por Gemma Arterton ( Fúria de Titãs ), a mocinha do momento em Hollywood. A inglesa faz o papel-título, uma garota que volta à sua cidade natal depois de anos, mais bonita e de nariz novo. Acaba arrasando corações, ficando dividida entre o escritor de meia idade casado Nicholas Hardiment (Roger Allam), o amigo de adolescência Andy Cobb (Luke Evans) e o rock star Ben Sergeant (Dominic Cooper).

Numa trama paralela, Nicholas e sua mulher Beth (Tamsin Greig) promovem um retiro para escritores – a própria Tamara, que volta ao lugarejo para vender a casa da mãe, acaba iniciando seu primeiro romance.

Mais apimentada do que os filmes do gênero, a produção conta com um elenco carismático e doses certas de humor.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG