"Halt auf Freier Strecke" e "Arirang" foram escolhidos pelo júri da mostra

Cena do filme alemão “Halt auf Freier Strecke”, de Andreas Dresen, vencedor da mostra Um Certo Olhar
Divulgação
Cena do filme alemão “Halt auf Freier Strecke”, de Andreas Dresen, vencedor da mostra Um Certo Olhar
O alemão “Halt auf Freier Strecke”, de Andreas Dresen, e “Arirang”, de Kim Ki-duk, dividiram o prêmio Um Certo Olhar, da mostra de mesmo nome, organizada pelo Festival de Cannes , anunciou o júri presidido por Emir Kusturica na noite deste sábado (21).

Dresen agradeceu o diploma recebido após um período difícil de sua vida. “Mas pude colocar as emoções num filme, como se fosse uma garrafa lançada ao mar. Felizmente, ela alcançou o Mediterrâneo e o Festival de Cannes.” O longa fala de um homem que recebe a notícia de que vai morrer em breve. Já Kim Ki-duk preferiu cantar um trecho de uma música de seu filme, que é uma investigação sobre si mesmo. Uma nota desafinada fez Kusturica apertar os olhos em sofrimento.

O russo “Elena”, de Andrey Zvyagintsev, o filme de encerramento, levou o Grande Prêmio do Júri. O iraniano Mohammad Rasoulof foi eleito o melhor diretor, por “Bé Omid É Didar”. Sua mulher recebeu o diploma por ele, já que o cineasta iraniano está em prisão domiciliar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.