Sul-coreano e alemão dividem prêmio Um Certo Olhar

"Halt auf Freier Strecke" e "Arirang" foram escolhidos pelo júri da mostra

Mariane Morisawa, enviada especial a Cannes |

Divulgação
Cena do filme alemão “Halt auf Freier Strecke”, de Andreas Dresen, vencedor da mostra Um Certo Olhar
O alemão “Halt auf Freier Strecke”, de Andreas Dresen, e “Arirang”, de Kim Ki-duk, dividiram o prêmio Um Certo Olhar, da mostra de mesmo nome, organizada pelo Festival de Cannes , anunciou o júri presidido por Emir Kusturica na noite deste sábado (21).

Dresen agradeceu o diploma recebido após um período difícil de sua vida. “Mas pude colocar as emoções num filme, como se fosse uma garrafa lançada ao mar. Felizmente, ela alcançou o Mediterrâneo e o Festival de Cannes.” O longa fala de um homem que recebe a notícia de que vai morrer em breve. Já Kim Ki-duk preferiu cantar um trecho de uma música de seu filme, que é uma investigação sobre si mesmo. Uma nota desafinada fez Kusturica apertar os olhos em sofrimento.

O russo “Elena”, de Andrey Zvyagintsev, o filme de encerramento, levou o Grande Prêmio do Júri. O iraniano Mohammad Rasoulof foi eleito o melhor diretor, por “Bé Omid É Didar”. Sua mulher recebeu o diploma por ele, já que o cineasta iraniano está em prisão domiciliar.

    Leia tudo sobre: Festival de Cannes 2011

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG