Film Socialisme em Cannes" / Film Socialisme em Cannes" /

Godard exige demais do espectador

Diretor furou e não veio apresentar Film Socialisme em Cannes

Mariane Morisawa, enviada especial a Cannes |

Divulgação
Cena de Film Socialisme : mistura confusa de imagens, textos e idiomas
Jean-Luc Godard continua sendo o mesmo provocador de sempre, aos 79 anos de idade – ele completa 80 em dezembro. Seu Film Socialisme , apresentado na competição da mostra Um Certo Olhar, é mais uma vez uma colagem de imagens formando um significado. Nisso, o diretor é brilhante. Os temas passam por política, Oriente Médio, liberdade, igualdade, fraternidade.

O problema é que desta vez ele usa muitos textos de diversos autores e em diversas línguas, principalmente o francês. Eles muitas vezes contradizem o que as imagens estão afirmando. Mas o cineasta preferiu não traduzi-los, a não ser por palavras-chave que formam uma espécie de poema visual. Ou seja, quem não fala inglês fica perdido na tradução e, apesar de perceber o filme de outra maneira, tem trabalho dobrado para prestar atenção naquilo que o cineasta quer dizer.

Jean-Luc Godard não veio a Cannes e por isso nem apresentou seu filme na sessão oficial nem participou da coletiva de imprensa programada para a manhã desta segunda-feira (17).

    Leia tudo sobre: CannesJean-Luc Godard

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG