Cannes homenageia Faye Dunaway com versão restaurada de filme cult

Ignorado no lançamento, nova cópia "Puzzle of a Downfall Child" mantém ideia original do diretor Jerry Schatzberg

iG São Paulo com EFE |

Divulgação
Faye Dunaway interpreta modelo no esquecido "Puzzle of a Downfall Child", de 1970
O Festival de Cannes 2011 homenageou ontem a atriz norte-americana Faye Dunaway com a exibição de uma cópia restaurada de "Puzzle of a Downfall Child" (1970), dirigido por Jerry Schatzberg. Juntos, os dois apresentaram ao público a produção que, a princípio, não recebeu reconhecimento, sobretudo nos Estados Unidos, mas que após sua estreia na França se transformou em um filme cult. Uma foto da atriz na época estampa o cartal desta 64ª edição do festival .

"O cinema é uma arte aqui", proclamou Dunaway que, em francês, manifestou seu agradecimento pela exibição do longa-metragem no Cannes Classics , programa que o festival utiliza para divulgar obras-primas da sétima arte. "Cannes é onde venho para ver arte", acrescentou a estrela, conhecida por filmes como "Chinatown" e "Bonnie and Clyde - Uma Rajada de Balas", nas quais fez parceria com Jack Nicholson e Warren Beatty, respectivamente.

Vestida de preto e com cabelo solto, a atriz mantinha assim o tom cromático dos outdoors e paineis com sua fotografia dos anos 1970, que estamparam a cidade da côte D'Azur francesa.

"Puzzle of a Downfall Child" conta a história da ex-modelo Lou Andreas Sand (Dunaway) muito famosa no passado, mas vive na reclusão. Um dia, o fotógrafo de moda Aaron Reinhardt (Barry Primus), que já tinha sido seu amante e tornou-se diretor de cinema, faz uma visita a ela em sua casa isolada e, ao gravar suas memórias da artista, ele espera ajudá-la a reorganizar seus pensamentos e focar na realidade.

"A má recepção da crítica e público nos Estados Unidos provocou o pânico na Universal, que os obrigou a lançar uma nova versão, com um prólogo explicativo", comenta Pierre Rissient, produtor e ajudante de direção. Schatzberg nunca esteve satisfeito com a decisão do estúdio e, por isso, a cópia que circula a partir de agora elimina o extra.

A recuperação do filme acompanha outros clássicos, como "Laranja Mecânica", de Stanley Kubrick, em restauração digital que será apresentada pelo ator Malcolm Mcdowell, e "Viagem à Lua", de George Méliès, que Cannes já apresentou na quarta-feira, dia da abertuta do festival.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG